pointing-finger

A culpa não é de origem divina

Somente através do Amor é que compreenderão os processos de purificação que estão passando nesse momento em vosso planeta. Todas as experiências que se manifestam a vocês necessitam que sejam sentidas com o coração, deixando que seu mestre interior os guie para o caminho da compressão de vosso sofrimento. Entendam, amados, nada é entregue para promover o sofrimento de vossa existência, mas sim, apenas lições que necessitam da manifestação da aceitação e gratidão. A gratidão lhes permite o fluir da vontade Divina sem restrições, lhes trazendo a leveza do simples fluir. A mente humana os condiciona ao julgamento de tudo que lhes é apresentado, enquadrando assim num padrão de aceitação, alimentando comportamentos repetitivos, confinando-os num círculo vicioso de sofrimento.
 
A culpa não é de origem Divina, meus amados, esse sentimento lhes foi imposto como forma de controle, para que se sintam incapacitados de suas faculdades divinas, para assim não manifestarem a beleza de vossa Luz. Vocês possuem em vossos corações todas as chaves para essa solução, bastando apenas ouvir sua intuição, permitindo-se manifestar as vontades que ressoam em sua Luz. Os seres humanos foram criados através do Amor, da Fé e do equilíbrio da Luz do Criador, nada lhes foi imposto para o sofrimento, sendo este encarado como verdade somente nesta existência.
 
Olhem para as suas verdades, meus amados, assumam suas origens de amor e caridade, manifestem em vossas palavras e sentimentos a graça da criação. O sofrimento do seu mundo reflete a ilusão do distanciamento da Luz como seres Divinos, e não sua real origem. As manifestações de rebeldia e caos em seu planeta são apenas tentativas desesperadas de manter o controle através do medo e do sofrimento, pois o véu da ilusão é tão frágil que um piscar de olhos pode revelar a magnitude de todo o vosso ser.
 
A dualidade é, e sempre foi, uma grande ilusão, mas também uma grande escola para os que mantém a Fé em seu próprio coração. Através do equilíbrio, serão capazes de observar a alienação imposta em seu mundo, estarão no centro de tudo em sua volta, e, diante de todo o caos ilusório, serão capazes de seguir o som da sua Luz, e manifestar o amor e a caridade em todas as experiências que se apresentam em seu caminho.
 
Estejam na Luz, na paz, e no Amor. Eu sou El Morya.
 
Canalizado por André Kosonises
 
Fonte: http://www.pazetransformacao.com.br/ – Tradutor: Feliphe Gama

Este post foi lido 897 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>