post-6-c

Entendendo a dor e o sofrimento

Muitas coisas não entendemos com perfeição. Nesse mundo a dor é uma bênção. Esse mundo em que vivemos se constitui de muitos momentos dolorosos porque a dor é só um aviso da Vida de que o espírito não está saudável em consciência, ou que o corpo físico não está em perfeita saúde.
 
Se o nosso corpo está em sofrimento, seja físico ou psicológico, isto é um aviso saudável do nosso organismo sobre a nossa condição indevida. O aviso da dor vem sempre da saúde. Não devemos condenar a dor, nem repudiá-la, mas vê-la sob um ângulo para compreender que ela veio para nos alertar que devemos agir imediatamente para mudar certas atitudes e também recorrer a alguma cura para sanar o problema que nós mesmos estamos gerando, seja de uma forma consciente ou inconsciente.
 
A Vida é a Sabedoria Divina em movimento. E nosso corpo, nossa mente, e nossa alma estão se inter-relacionando diretamente com a Energia Vital que tudo alimenta em nossa existência. Assim, muitas vezes não sabemos o que fazer de fato para progredir saudavelmente, tanto em nossa vida material, como na vida espiritual. Se entendemos, com humildade, que não somos capazes o suficiente, devido aos nossos limites naturais, às nossas experiências condicionantes, de agir corretamente em nosso benefício máximo e também do próximo… então a Vida vem e nos direciona de maneira tão perfeita que nem imaginamos, porque certas coisas e sentimentos estão se expressando através de nós.
 
Nada, nada, nada é por acaso! O Universo em que estamos é plena harmonia, controlado pelo Supremo Ordenado.
 
Aquilo que chamamos de amor real, eu diria quase maternal, é a Vida nos dando aprendizados para que saiamos de nossa condição ilusória neste mundo de matéria. Condição esta que é a causa de todo o nosso temor, tristeza, julgamento e sofrimento. O Amor Divino é esta força em nosso coração nos alertando o tempo todo sobre o que é bom para nós e o que é negativo para a nossa evolução ou conscientização total. Temos um ouvido intuitivo, que se desenvolvido pela atenção interna. Elevai nos guiar maravilhosamente para o destino último da alma enquanto ela passeia por um breve período de tempo nesta dimensão grosseira.
 
Temos que ter essa noção interna da dor. Qualquer dor que tenhamos, a mínima possível, devemos erradicar completamente com a consciência clara. Se nosso coração aperta, ou se dói em alguma parte do nosso corpo físico, temos que ir no local e verificar o por que isto está acontecendo. O normal, do ponto de vista mais elevado, da alma, é não sentir dor nenhuma, principalmente nas questões mentais emocionais. Além do que, quando estamos situados na frequência da alma, na nossa realidade imanente e transcendente, então as dores físicas também são aliviadas ao extremo. Por isso se diz que nossa carga fica leve e nosso fardo fica suave, de acordo com um mestre grandioso. Ou seja, quando nos situamos no Divino e na alma, tudo se torna compreensível, sustentável e aceitável dentro da plataforma da Sabedoria Universal.
 
Não é incrível como a Vida nos conduz? Ela não nos força a nada mas mostra os sintomas de desvio da nossa condição progressiva. O fato de nós continuarmos errando, no sentido de não nos voltarmos para a nossa realidade de ser, é a nossa escolha, nossa sofrível opção egoica. Muitas pessoas sofrem e vivem com dor por toda a sua vida na carne, por vários motivos particulares e também levam essa mentalidade após a morte física. A morte não nos liberta de nada. Só a consciência lúcida sobre o que seja a dor e o sofrimento neste mundo de matéria, o por que dela é que nos livra das mazelas que estamos cometendo aleatoriamente sem as devidas bases do espírito.
 
A Vida zela por nossa saúde material e espiritual. Esta é a qualidade intrínseca da bondade da Vida. Não há nenhuma maldade na Existência e Deus não é culpado de nada, nunca. Então, se a gente está vendo o mundo atual com tantas doenças, com tantas guerras, violência, vazios existenciais, depressão, matança de seres inocentes, insatisfação e etc, é muito fácil verificar que todo o nosso processo físico, planetário e espiritual está defasado, manipulado e acontecendo de uma maneira totalmente artificial e desumana. Precisamos acordar!
 
Por isso é preciso uma tomada de consciência urgente na humanidade para que o natural, o simples, o amor, a luz, se manifestem para o benefício de todos. Essa dor da irracionalidade, ou da racionalidade mal dirigida, com desejos tão somente egoístas, e outros camuflados de altruísmo, está matando a nossa divindade, está criando areia movediça para nossos passos internos. É hora de uma revolução espiritual para acabar com o curso irregular e catastrófico do mundo, que agoniza em nossa escuridão da alma, da relação pura com a Divindade.
 
Assim, a dor é uma bênção e a bênção maior é poder compreender profundamente a ação da dor, do sofrimento, em nós e na humanidade. Tudo é bom e maravilhoso. Estamos sob o controle de uma Bondade Divina em constante movimento para nos levar de volta para casa, para o lar real da alma. Tudo o que devemos fazer é nos render à Causa Suprema que gera toda esta Vida. Todos os dias devemos nos unificar com o Divino em nosso coração e nos estabelecer na consciência da alma. Isto não tem nada a ver com religião, mas com a religiosidade natural em nós. Religiosidade é o ato de aceitar todas as condições que nos vêm para nos ensinar a avançar no caminho positivo desse mundo material seja através da dor ou do amor, da tristeza ou da alegria.
 
É assim que nossa dor é incorporada, ou espiritualizada, em agradecimento. Pedimos devocionalmente à Vida que ela manifeste em nós o sofrimento para sempre nos avisar de que não estamos seguindo na paz, na amorosidade, no sentimento real de vivenciar tudo aquilo que é válido para o que viemos realmente fazer neste mundo de matéria, ou de ilusão. É simples entender tudo isto! Se você está sentindo alguma negatividade, algo que não lhe está fazendo bem, que bloqueia suas energias de vitalidade, de amar, de cooperar com o Universo, de ser integralmente o ser que você é, da naturalidade, então pare imediatamente e reveja o seu coração e as ações, tanto físicas quanto mentais que você está repetindo diariamente, como um hábito indevido para o seu progresso interno. Descondicione-se! Abra a sua visão superior! Vamos voltar para o Divino. A hora é agora! Tudo o que é, já é perfeito. Seja você também perfeito como Aquele que nos guia em perfeição e satisfação.
 
Depende só de você saber disso, aceitar a dor com profundidade… e tomar uma real e imediata atitude de verificação interna e mudança de consciência… indo além de tudo e de todos!
 
Acordar para viver plenamente.
 
Não só acordar para mais um dia que se repete.
 
Energia é tudo… é a força do contente.
 
Aquele que é sábio… somente na alegria investe.
 
Alemão

Este post foi lido 2184 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>