amor próprio

A importância do amor próprio

O amor próprio é um aspecto essencial por muitas razões. Ele permite você curar, integrar, florescer e aceitar.
 
Quantas vezes você nega quando o universo traz alguma coisa para você? Quantas vezes você diz: “Não, estou bem, obrigado”, quando alguém se oferece para assistir? Quantas vezes você exclui o amor dos outros porque você tem medo de que ele lhe custará alguma coisa mais para frente? Quantas vezes você escolhe continuar sozinho, ao invés de “perturbar” alguém, incluindo seus guias e auxiliadores espirituais?
 
Quando você sente que não é bom o suficiente, você está negando a si seu próprio amor e cuidado, que também traduzirá em negar assistência externa. Inversamente, quanto mais você puder passar a se amar e se aceitar como o ser adorável e divinamente perfeito que você é, mais você ficará confortável com aceitar amor e aceitação dos outros. Como sempre, você cria a fundação dentro de si que pode então ser construída externamente.
 
Não é hora, Queridos? Não é hora de parar de se negar e se isolar com pensamentos e ideias que simplesmente não são verdadeiros? Não é hora de fazer a mudança quântica para começar a se amar, se aceitar, como o primeiro passo vital para o apoio e o amor que vocês merecem? Não é hora de começar a viver por escolher ver a bondade inata em você, o que permitirá então que vocês vejam e experimentem a bondade inata dos outros?
 
Vocês conseguem ver como amor e aceitação é o que criará os laços de união da consciência de totalidade e unidade, tanto dentro como fora? A coisa bonita é que vocês têm a capacidade de fazer essa escolha sempre que quiserem. Nosso maior desejo é que vocês façam essa escolha para si agora.
 
Arcanjo Gabriel
 
Arcanjo Gabriel através de Shelley Young
http://trinityesoterics.com
Facebook: Trinity Esoterics
Twitter: @trinityesoteric
YouTube: http://www.youtube.com/user/trinityesoterics
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com.br

Este post foi lido 4426 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>