IMG_8415

A Nova Energia e os relacionamentos amorosos

Podemos perceber que mais e mais as pessoas tem tido dificuldades em encontrar parceiros para compartilhar suas vidas.

Relacionamentos amorosos entre casais estão passando por uma grande mudança.

Os indivíduos estão passando por uma grande transformação. Mas muitos ainda não tem consciência disso, e ficam procurando relacionamentos como se procurava antigamente, com base no romantismo, na dependência, no controle.

Esse tipo de relacionamento é baseado no medo, e na ilusão. E tudo o que está na energia da ilusão e do medo não vai mais poder se sustentar.

Está na hora de perceber que cada um de nós é um individuo que tem necessidades próprias, que não podem ser supridas pelo outro, mas que precisam ser supridas por nós mesmos, criando nossa própria realidade.

O outro, nosso companheiro de jornada, é alguém que está ali ao nosso lado simplesmente dando suporte para as nossas jornadas de auto conhecimento, ele nos ama incondicionalmente e está ali ao nosso lado com tudo o que ele também é, para que nós possamos nos conhecer melhor e nos amar mais. Assim um é o maior incentivador do outro para encontrar sua própria essência.

Um companheiro é alguém que está ali simplesmente testemunhando você dando seus passos em direção do que você realmente veio para SER.

Ele honra você por tudo tudo o que você É. Sem necessidade de controlar o seu viver.

Assim um é para o outro uma testemunha presente, e um ao lado do outro podem ir se redescobrindo, e construindo o que podemos chamar tridimensionalmente de o céu na Terra.

Também perceba: não é necessário que você encontre uma pessoa que goste de tudo o que você gosta, que seja exatamente como você é, e que tenha as mesmas buscas na vida. Amar de verdade inclui aceitar e respeitar as diferenças, perceber que o outro pode ser exatamente como ele é, e que isso não impede você de ser quem você é. Você é quem precisa aprender a entrar em contato com seu poder pessoal e sustentar as suas escolhas na sua vida, fazer aquilo que impulsiona você, que lhe dá alegria de viver. O outro vai fazer o que for importante para ele. E um pode sim aprender com a convivência a amar mais e mais a si mesmo. Então o amor vai ser mais e mais intenso na própria relação.

É preciso soltar o controle das ilusões do ego, as exigências, o relacionamento baseado em romantismo.

É preciso soltar a conquista do outro, que não é um animal para ser preso em sua isca.

É preciso perceber que o que você tanto procura já está em si mesmo, e jamais vai encontrar em outra pessoa.

Relacionamentos baseados em necessidades primárias geram dependência, aprisionam o SER, causam sofrimento.

É preciso compreender que você não é uma vítima do mundo, mas você mesmo cria esses relacionamentos com sofrimento para si mesmo.

Há outras possibilidades disponíveis. Abra-se para elas.

Katia Patricia

katia-brilhoKátia Patricia Silveira
É escritora e Terapeuta holística – Frequências de Brilho, Maná, Cura Multidimensional Archturiana, Florais de Bach.e colaboradora do Movimento PENSO POSITIVO.
Site: www.katiapatriciaonline.com

Este post foi lido 50065 vezes!

2 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>