depressao-1475421825

Ainda não é hora…

Uma das coisas que eu mais faço é observar as mentiras que conto para mim mesmo.
 
Gosto de desmascarar e pegar no flagrante aquela voz que me diz o que fazer.
 
E dizer “ainda não é a hora” é uma das mentiras que eu mais conto para mim mesmo.
 
Eu faço isso com meus sonhos, com meus projetos, com minhas ideias…
 
Eu coloco barreiras.
 
Achar que preciso de um pouco mais de tempo.
 
Que preciso terminar algumas coisas antes.
 
Que ainda não tenho o dinheiro suficiente.
 
Que preciso me curar de alguns traumas ainda.
 
Que ainda não estou totalmente empoderado.
 
Que ainda não sei lidar com as críticas que posso vir a receber…
 
E a grande verdade é que todas essas são formas de me boicotar.
 
Talvez para fugir da dor. Para fugir do desconforto. Para me manter onde estou.
 
Mas se aparece em pensamento é porque já é a hora. Se veio como intuição é porque já é a hora.
 
Se não fosse a hora, nem apareceria. Assim como milhões de ideias que você nunca teve. Milhões de coisas que não vieram para você, mas foram para outras pessoas.
 
Aquilo que te vem é a realidade para você.
 
Aquilo que você sente é a realidade para você.
 
Aqueles pensamentos que aparecem são a sua realidade.
 
Isso se chama confiar na sua intuição. Confiar naquilo que te vem…
 
E você pode escolher ignorar e se enganar achando que ainda não é a hora, ou pode ir em frente e pegar essa onda.
 
Pegue carona na cauda do cometa. Ele está passando. Se você tem pensado muito ultimamente na mesma coisa, é porque chegou a sua hora…
 
Gustavo Tanaka

gustavo-tanakaGustavo Tanaka
Autor do livro 11 Dias de Despertar, empreende em startups que buscam criar uma nova economia e colaborador do Movimento PENSO POSITIVO.
Email: gutanaka@gmail.com

Este post foi lido 2453 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>