maxresdefault (1)

Alter Ego

Acredito que todos temos um alter ego, uma estrutura psíquica que nos suporta e inspira a ser o que somos inconscientemente ou o que poderíamos ser.

Eu tenho um e se chama Prem Adityo – Sol de Amor e ele me inspira no meu caminho espiritual.

Um dia seremos um só, mas por ora, ele é o responsável pelo departamento espiritual que estou desenvolvendo na minha vida.
Hoje ele (na verdade, eu) escreveu um post inspirado no post que eu (eu mesmo) postei hoje na minha página de perfil, que convido você a ler.

“O Caso FIFA que eclodiu ontem dá uma ideia de onde está a corrupção.
A corrupção está na FIFA? Está na Petrobras? Está no Congresso?
Ou está dentro do Homem?
E por que o Homem se corrompe?

Minha resposta: porque ele tem medo. Medo de não ser amado, medo de não ser suficiente.

E esse medo reside no mecanismo criado a partir de sua experiência de DOR e da máscara que decide usar para lidar com o mundo como ele acredita que deve.

Ilusão.

Ao nascermos, temos uma experiência de profundo amor. A medida que vamos crescendo, começamos a experimentar a dor, que, por ser estranha, nos convida a nos proteger. E a máscara é um mecanismo de proteção que levamos para a vida adulta.

Ao precisar da aceitação do outro, estamos nos rejeitando.
Ao precisar do amor do outro, estamos nos desamando.
Ao precisar da confiança do outro, estamos nos desconfiando.

Aceite-se.
Ame-se.
Confie-se.

E você nunca precisará usar uma máscara, não sentirá mais a dor imposta pelo outro e não precisará ter medo de não ser suficiente e nem de não ser amado, pois já se ama.

E não irá se corromper.”

Prem Adityo

Por Luiz Claudio Binato

Fonte: https://www.facebook.com/lcbinatodho?fref=ts

Este post foi lido 1542 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>