ENERGIA-EVOLUÇÃO

As energias de junho de 2017

REVISÃO DE MAIO
Talvez, você tenha experienciado alguma instabilidade emocional em Maio, ou tenha sido afetado pelas emoções daqueles ao seu redor. Irritação, percepções, falhas de comunicação, vislumbres de felicidade, frustração e emoção podem ter sido parte da montanha-russa de Maio. As energias de Abril, Maio e Junho estão ligadas em uma metáfora de: inspiração (Abril), pausa (Maio) e expiração (Junho). Como uma pausa pode ter sido tão caótica?
A humanidade está aprendendo a progredir com mais facilidade do que o caos.
 
Maio teve alguns indicadores deste fluxo de facilidade e caos.
Os sintomas da ascensão foram interessantes, também. Visão turva, mudança nos padrões de sono (talvez um pouco menos de fadiga até o final do mês?) e uma necessidade de mudança podem ter parecido como um impulso emocional ao invés de apenas um pensamento. Maio esteve nos pedindo para deixarmos o “sopro de vida” fluir facilmente, de maneira pungente, e consciente, às vezes.
Areon, do Conselho Lyriano do Tempo, esteve dizendo desde o ano passado que podemos começar a ver um aumento da polarização em algumas pessoas, até mesmo nos Trabalhadores da Luz. Houve muita informação em torno destes tempos, sendo que foi para o que fomos preparados. Isto tem refinado um foco no poder de nossa prece – a nossa consciência e a comunicação com os reinos sutis.
Durante alguns meses eles estiveram falando sobre como os mansos estão herdando a Terra – que os inerentemente compassivos e amorosos estão entrando em seu tempo de ação, a primeira ação sempre sendo interna.
Maio ampliou o foco do interior, o espaço interior, a pausa enquanto a inspiração permeia, e, então, expira para renovar o ciclo. A energia envolvente foi uma pausa para se concentrar em suas motivações internas que estão conduzindo a sua vida.
Maio esteve lhe pedindo para diminuir o ritmo em um momento de descanso dentro do caos, para permitir que esta pausa o reabasteça e o supra para a próxima instabilidade.
ENERGIAS DE JUNHO – FAROL DE MUDANÇA
Como a expiração, Junho é um mês que traz a mudança. A mudança interna leva à mudança externa, o que leva à próxima mudança interna. O círculo se completa somente para continuar novamente. A espiral da Vida. Acompanhe o fluxo, mas dirija conscientemente conforme adequado para trabalhar com as forças imperiosas da Vida.
Quando a espiral está em um giro amplo, o fluxo é fácil e disperso. Quando a espiral está em um ponto, este fluxo é rápido e você sente uma intensa força centrífuga agindo sobre você. Ir contra implicaria em grande esforço. Este é um momento para se interiorizar e acompanhar o fluxo, pois a mudança está próxima.
No cenário mundial, esperamos a mudança.
 
No cenário interior, a mudança direta.
Traga o seu foco aos potenciais amorosos, aos quais a mudança desafia cada ser a incorporar.
 
O que é um desafio para você. Nós todos o temos.
Maio lhe pediu para alimentar estes “desafios” com um Amor profundo e permanente que inspira a mudança a partir do desejo, em vez do caos. O que você descobre quando se concentra em empoderar o seu reino interior, é que o que foi desafiador antes, é agora apenas a mudança. Como o artista diante de uma tela em branco, este “desafio” é emocionante.
TORNANDO-SE A MUDANÇA
O que é preciso para que os mansos herdem a Terra?
É preciso uma abordagem diferente e não o controle e o domínio, porque isto gera a separação e a repressão. É com isto que a humanidade esteve principalmente conduzindo a vida, é isto o que você esteve curando e mudando através do seu trabalho espiritual. Em um nível lógico, nós reconhecemos que os déspotas têm medo da mudança e de si mesmos. Se eles se sentissem seguros, não teriam a necessidade de controlar os outros, através da repressão.
Os mansos são aqueles que Amam tão profundamente, que eles interagem primeiro a partir de um silêncio que avalia uma situação quanto a sua ressonância de Amor. A partir desta conexão com o Amor, eles escolhem interações que têm o potencial de criar um cenário mutuamente benéfico.
Os mansos são os sensitivos, os compassivos – não importa o seu trabalho ou relacionamento, eles abordam a tudo com uma responsabilidade de algo fora de si mesmo, enquanto se apoiam para prosperar.
Isto requer um reaprendizado de limites saudáveis. Quem irá incorporar e ensinar isto? Os mansos, aqueles suficientemente fortes para Amar. Eles são tão poderosos que eles incorporam uma sensibilidade e compaixão que incitam o progresso para Toda a Vida. À medida que os sensitivos ensinam quais são os limites saudáveis, todos se reajustam à compreensão (com o tempo).
Muitas vezes, isto requer aprender a dar e a receber, em vez de permitir a lição do sacrifício desequilibrado para continuar a ensinar o reflexo dos vencedores ou perdedores. O compromisso e a doação não desaparecerão, na verdade, eles serão reforçados e capacitados quando a humanidade começar a operar a partir da coragem da compaixão, em vez da contração no medo que a supressão cria.
SER A MUDANÇA É ACREDITAR NA MUDANÇA
Para acompanhar o fluxo de Junho, direcione a sua mudança interior com as forças imperiosas da vida. É um momento disperso e sonhador, pedindo-lhe para se sentir na ampla conexão da vida, dos vastos potenciais? É um momento de rápido movimento que flui a mudança em você, de tal modo que a resistência é um esforço desperdiçado?
Concentre-se interiormente e aceite a contração na coragem, enquanto você se reabastece para a expansão inevitável.
A expiração está lhe pedindo que deixe ir aquilo que não está mais lhe servindo.
O foco de Junho é servido ao liberar aquilo que já não mais serve ao seu bem mais elevado. O que o está impedindo de facilitar a expansão e mudar? Você pode se fazer algumas perguntas simples para alinhar o seu reino interior com o novo você futuro.
Pergunte-se: O que eu acredito em relação a mim mesmo que não está servindo mais ao meu bem mais elevado?
Que nova crença estou preparado para ser?
 
Sobre que nova base eu gostaria de construir?
 
Como posso alimentar/nutrir, relaxar (a energia de Maio) esta mudança?
Pergunte-se: O que eu acredito em relação ao outro/uma situação/ou a vida que não está mais servindo ao meu bem mais elevado?
Qual a nova crença que estou pronto para incorporar?
Quando você remodela a sua ressonância vibracional, você está expressando a linguagem dos reinos sutis. As sincronicidades se alinham, as ideias fluem, a ação flui com mais facilidade. Você começa a utilizar conscientemente o mecanismo imenso e invisível da Vida que constrói mundos, átomo por átomo.
Você não pode forçar o reino invisível.
 
Você não pode manipulá-lo, assustá-lo ou enganá-lo.
Você se torna a mudança que está querendo ver no mundo. Quando você ressoa com isto, você a atrai para você. Ela ancora na Terra. Os mansos herdarão a Terra. Aqueles suficientemente ousados para Amar diante do desconhecido se tornam os canais da graça do Amor que nutre a Vida.
RESUMO
Junho se trata de mudança. A mudança externa começará a se revelar quando a interior for impulsionada e atraída para uma nova forma, pela força centrípeta do Amor e da coragem empática.
Movimento é o nome do jogo quando você começa a compreender profundamente o poder de se posicionar pelo Amor. Junho lhe mostrará a liberação que traz a mudança, enquanto o poder do seu Amor é liberado ao mundo.
Brilhe, querido Trabalhador da Luz. Você é o futuro do Amor. O amor continuará a nutri-lo para maior Empoderamento enquanto o futuro anseia por abraçá-lo. No mês do Solstício, receba o seu dia de maior luz, abrindo-o para a expansão sonhada, ou o dia mais curto, contraindo-o na preparação para a grande expansão. Os dois opostos se encontram no meio. O seu coração. A Terra é movida.
Feliz Junho!
 
Jamye Price
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Este post foi lido 5475 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>