Post 5-F

Como a física quântica está mudando tudo o que sabemos sobre nossas vidas

A física quântica é a nova física que está apontando para algo muito maior do que o mundo materialista acreditava ser a base da nossa existência. Ela não só está refutando a nossa percepção inicial de espaço e tempo, mas também está abrindo as portas para a possibilidade de viagem no tempo, telepatia e a consciência criar a nossa realidade.
 
A seguir estão algumas das principais propriedades da física quântica e as implicações que elas têm sobre o mundo que nos rodeia. Você não vai se decepcionar!
 
1. Entrelaçamento Quântico
 
Quando duas partículas subatômicas se cruzam uma com a outra, elas se tornam “entrelaçadas”.
 
Isto significa que as suas propriedades tornam-se ligadas uma com a outra. Quando estas partículas entrelaçadas são separadas (por milhares ou milhões de anos-luz de distância), o que acontece com uma partícula instantaneamente acontece com a outra partícula.
 
O que isto significa: Significa que a informação está viajando muito mais rápido do que a velocidade da luz para ser comunicada instantaneamente através de grandes distâncias.
 
Isso desafia o que nós sabíamos ser possível e também sugere a noção de telepatia tendo potencial para ser estudada cientificamente.
 
Einstein se referiu a isto como “ação fantasmagórica à distância”. A nova física está sendo aproveitada em uma tentativa de construir “computadores quânticos” que vão revolucionar a tecnologia como a conhecemos hoje.
 
2. Átomos e partículas subatômicas podem estar em dois lugares ao mesmo tempo.
 
Em 2012, Dr. S. Haroche e Dr. Wineland ganharam o prêmio Nobel ao utilizarem a física quântica para provar que os elétrons podem estar em dois lugares ao mesmo tempo. Esta teoria foi testada de 1 parte em 100 bilhões em termos de precisão. Isto oficialmente fez com que se tornasse a teoria da física mais bem-sucedida até então.
 
O que isto significa: Na teoria, esta noção se correlaciona com a interpretação da física quântica dos muitos mundos. Esta teoria implica que todas as realidades e possibilidades potenciais já existem e que existe potencialmente um número infinito de realidades paralelas. Esta teoria foi trazido à vida por um cientista chamado Hugh Everett.
 
Isto tecnicamente significa que quaisquer ações que você julgar nos outros, você também se compromete em uma realidade paralela. Também significa que o que está acontecendo com você agora, já aconteceu e vai acontecer novamente.
 
Mais importante ainda, essencialmente significa que nós coletivamente criamos a nossa realidade pessoal, como a ordem está “implicada” na existência de projetos exteriores, a ordem é “explicada” em torno de nós (Veja David Bohm “ordem implicada e explicada da existência“) sendo projetada de volta para dentro. Isto acontece através da nossa energia coletiva que está sendo filtrada através da consciência humana para projetar a realidade exterior que experimentamos.
 
3. No mundo quântico tudo se comporta como ambos, onda e partícula!
 
As partículas subatômicas podem se comportar como matéria ou se mover em padrões de ondas. A parte mais alucinante sobre isto é que as partículas se comportam como ondas quando não estamos olhando e como matéria quando estamos!
 
O ato de olhar é que muda o comportamento das partículas.
 
O que isto significa: Significa que a consciência literalmente influencia a realidade. O ato de observar algo é realmente responsável por criar uma realidade potencial de vida. Você pode ter ouvido falar da lei da atração, a física quântica essencialmente comprova esta ideia.
 
Quando você se concentrar em um resultado desejado, é quase como se você “rebobinasse” algo já existente, trazendo à vida uma superposição quântica da realidade!
 
4. Partículas quânticas têm a capacidade de se mover para trás e para a frente através do tempo.
 
Muito recentemente, os cientistas da Universidade de Queensland foram capazes de simular os fótons viajando através do tempo. Em um caso, o fóton foi enviado através de uma fenda espacial para interagir com ele mesmo num estado anterior. Em outro, um fóton viajou através do espaço/tempo regular para interagir com um fóton diferente.
 
O que isto significa: Simplesmente significa que os nossos cinco sentidos são muito limitados da forma como eles nos permitem perceber o mundo. A física clássica e grande parte da ciência se baseia em encontrar provas para conduzir experimentos e observar seus resultados somente através destes sentidos.
 
Nós interpretamos nossas observações com base em nossos limitados cinco sentidos. A física quântica está começando a demonstrar que existe muito mais do lado de fora de nossa percepção atual da realidade.
 
Isto também significa que o tempo e o espaço não são o que nós entendemos que sejam. Eles não funcionam de forma linear.
 
Isso também abre as portas para a possibilidade de viagem no tempo.
 
Se estas partículas subatômicas são capazes de fazer isso e nós somos feitos de partículas subatômicas, que implicação isto tem?
 
Uma coisa que eu sempre achei engraçado sobre ciência dominante é que ela prefere ignorar o milagroso e estudar o normal. Quando os eventos surpreendentes acontecem e desafiam a nossa base de crenças científicas, os cientistas que desejam explora-los são frequentemente condenados por seus pares e pela comunidade.
 
Sabemos que a ciência se baseia em provar as coisas através de medição e cálculo. Mas se o que estamos percebendo é limitado porque os nossos cinco sentidos só fornecem uma parte da imagem total, talvez seja a hora de começar a se concentrar em estudar o que é fora do comum.
 
A física quântica está atualmente desafiando e derrubando alguns dos nossos sistemas de crenças que são baseados nas limitações dos nossos cinco sentidos. Ao invés de olhar para o mundo externo, a ciência está começando agora a investigar o mundo interno na forma como se comportam as partículas microscópicas.
 
Para contemplar porque estas partículas estão se comportando desta forma e como estas partículas tornam o mundo em torno de nós verdadeiramente incompreensível.
 
©Thais Gibson
Origem: collective-evolution
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

Este post foi lido 104108 vezes!

7 respostas
  1. jose da silva
    jose da silva says:

    o grande problema é a “interpretação” da física quantica pelos “crentes”. Vira de limítrofe da tradução de conceitos físicos a babaquice interpretativa. Impressionante! Só pra dar um exemplo:nossa percepção não tem “lado de fora” e não é ABSOLUTAMENTE limitada como se tenta ideologicamente (e misticamente) fazer crer. Só através da implementação dos cinco sentidos, na verdade da conjugação deles (coisa que a articulista parece não compreender direito…) é que podemos de fato PENSAR sobre a física quantica como conceito, isto é, articular o pensamento.
    Bem, mas isso ultrapassa a tentativa de provar que nossos “sistemas de crença” sejam limitados, somente porque não se baseam na “religião quantica”. Besteira e total! Há tanto mais a derrubar: por exemplo a ignorância da própria pessoa que “acha ” que entende de física…

    Responder
    • Marilú Navarro
      Marilú Navarro says:

      Crente é ignorante sim. Os fervorosos que creem que Jesus é a única explicação para a vida. São tão burros que o mundo deles começou com Adão, Eva, uma cobra é uma maçã. Explicar o que pra eles? Que o casal era cego e não via os dinossauros ? A ciência ficou décadas sem liberdade de pesquisa e expressão por controle social do Clero. E dá-lhe Ouro, dinheiro, dízimo. Ah que isso !

      Responder
      • Stheiner
        Stheiner says:

        Perdoem-me vocês dois, mas eu sou crente e também sou físico teórico =l
        E sim, é extremamente possível, conciliar os dois, sabe porque? Porque ambos se concordam, a cada dia mais, a física (que vocês chamam de ciência) explica tudo o que a Bíblia nos mostra, como por exemplo, Adão e Eva e os Dinossauros (que não eram cegos, mas viveram em épocas diferentes).
        O que me chateia, é que as pessoas “crentetes” e “cientetes” continuam se acusando, dizendo que a outra metade está errada, ao invés de buscarem conhecer o outro lado. Buscar conhecimento nos faz pessoas melhores para que possamos conhecer melhor as outras pessoas e as coisas ao nosso redor. =)

        Responder
        • Bartolomeu dos Anjos Sales
          Bartolomeu dos Anjos Sales says:

          Concordo plenamente com você, Stheiner! Há aqueles que, por razões as quais, às vezes, eles próprios desconhecem, fomentam uma perspectiva de vida totalmente “ressentida” em relação a um nível de conhecimento que escapa às suas limitações e apegos. Esses jamais se emancipam, atrelados como estão à apreciação unicamente materialista da vida, em nível tão denso que os impede de progredir na própria ciência.

          Responder
        • Heine Allemagne
          Heine Allemagne says:

          Com todo respeito Stheiner, sua afirmação não é técnica. É possível imaginar épocas diferentes da existência de Adão e Eva se não houvesse uma outra afirmação bíblica: Deus fez a luz o universo as planta os animais e o homem a sua imagem e semelhança. O paraíso criado coloca Adão como os primeiros habitantes, feito de barro e a mulher de sua costela. Não se encaixa uma cronologia dos dinossauros, pois se Adão é o primeiro homem, como fica os ancestrais Homo sapiens que possuem forma humanoide? Porque não seriam citados que uma espécie inteligente, mesmo com inteligência rudimentar não teria citação bíblica? Só é possível a cronologia de Adão e os Dinossauros se você descartar que eles foram os primeiros, e isso representa descartar o próprio paraíso, depois o pecado original e por aí vai. Além do furo de que caim matou abel e depois se casa com uma uma mulher sendo que eles eram os primeiros. Enfim… não tem base cronológica e é uma história mal contada. Existe até uma tese de que Adão e eva eram uma raça e não pessoas, o que poderia ajudar nesta crença. Raça Adâmica e raça de eva….forçando um porquinho pode até ser, mas no minimo está muito mal contado.

          Responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Fonte: Como a física quântica está mudando tudo o que sabemos sobre nossas vidas […]

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>