tristeza-solidão-depressão

Como sair de uma situação de baixa frequência?

Quando você não se sente positivo…
 
Enquanto nós sempre encorajamos pensamentos positivos e pedimos a vocês que foquem no que você deseja criar para sua vida, nós sabemos que há momentos em que no sentimos numa escura tempestade emocional. Tem horas em que você tem que superar uma tristeza, tem horas que raivas do passado explodem, e horas que você se sente possuído por ciúmes, insegurança ou dúvidas.
 
Estes sentimentos são parte da experiência humana. Sem exceção, eles nascem do senso de separação, quer isso pareça ou não. Eles crescem porque, em algum nível, em algum momento você se sentiu separado da Fonte. Nós lhe asseguramos que quando você sentir o Amor do Criador – o amor que respira o próprio sopro de vida em você – se sentiria muito melhor que qualquer chateação, que você simplesmente não poderia se afastar desse amor.
 
Pense nisso. Relembre um momento em que você estava feliz ou loucamente apaixonado. O sentimento era tão bom que você provavelmente teria dificuldades em ficar chateado, enciumado, com raiva ou triste. Por um breve momento era como se você tivesse uma conexão profunda com uma pessoa ou vida que todo o mal do mundo ficaria pálido em comparação.
 
Agora, imagine-se imerso num amor tão profundo, tão incondicional, tão abrangente que lhe envolvesse num suave e eterno abraço. Você nunca poderia se sentir mal novamente, sabendo que você nunca estaria separado desse amor Único que todos vocês estão buscando. Em todo o relacionamento você procura sentir o amor de Deus. Em tudo o que você faz, em tudo o que você tem, você busca o amor de Deus. Todas as “emoções negativas” surgem quando, de alguma forma, você se sente separado desse amor.
 
Então o que fazer quando você se sente preso a um sentimento negativo e você não consegue encontrar uma forma fora disso? Queridos, se sentir separado do amor é a raiz de todo sentimento negativo, então a cura é conectar-se ao amor. A maneira mais simples de fazer isso é fazer uma escolha amar-se através dela.
 
Abrace-se, literalmente. E converse com você como se estivesse conversando com uma criança inocente.
 
Se você está com medo, abrace-se e diga: “Está tudo bem, eu não vou te decepcionar.”
 
Se você está com raiva, abrace-se e diga: “Ok. É claro que você está chateado. Vamos dar um jeito de consertar as coisas”.
 
Se você está com ciúmes, abrace-se e diga: “Eu entendo que você está se sentindo mal porque alguém tem o que você quer. Advinha! Podemos criar isso pra você também!
 
Se você está se sentindo com dúvidas ou ansioso, abrace-se e diga: “Está tudo bem. Todo mundo tem dúvidas. Mas eu amo você e Deus também ama você e Seus anjos amam você e você merece tudo o que sonha.”
 
Converse com aquela parte inocente dentro de você que se sente perdido no escuro, como se ela estivesse separada de você, pois na verdade ela está se sentindo separada do ser amoroso que você realmente é. Em algum ponto eles se sentiram separados do Amor próprio. Tranquilize essa parte de você mesmo. Você nem precisa saber quem ou o que dentro de você está se sentindo dessa maneira. Você precisa simplesmente conceder a si mesmo o Amor que sentia sem você.
 
Amados, todos os invernos abrem caminho para a primavera. Todas as tempestades precedem a calmaria. E se der uma chance, todas as emoções escuras procurar dar lugar ao amor.
 
O Amor é o caminho de volta a si mesmo.
 
Por Ann Albers
 
Fonte: http://angelmessages.visionsofheaven.com/ – Valéria Molina e Marco Iorio Júnior – Tradutora e Editor exclusivos dos Trabalhadores da Luz

Este post foi lido 2311 vezes!

1 responder
  1. Ana Di Paula
    Ana Di Paula says:

    Gratidão pelas dicas.
    Experimentei os exercícios, são profundos, a energia fluiu adentrando em meu Coração do Coração. É Puro Deleite. Amor.
    GRATIDÃO.

    Responder

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>