post-5-f

Descubra como se comunicar com seu mentor espiritual

Nosso amigo espiritual é popularmente conhecido por vários nomes: mentor, amparador, guia, guardião, protetor ou anjo de guarda. Mas, o termo utilizado não importa, o fundamental é descobrir qual é a melhor forma de interagir com ele.
 
QUEM SÃO OS MENTORES PESSOAIS?
 
Nossos mentores espirituais são pessoas extrafísicas que já alcançaram um grau de pureza maior que o nosso, porém, não estão muito distantes de nosso nível evolutivo. Em outras vidas eles podem ter sido nossos parentes, ou algum amigo muito próximo.
 
Vivendo agora no plano espiritual, eles se dispõem a trabalhar na tarefa de auxílio aos encarnados. Para assumir tal função, esses espíritos foram selecionados e preparados de acordo com os desafios que vamos enfrentar na vida carnal.
Eles conhecem profundamente nossas qualidades e defeitos, atuam principalmente nos fornecendo inspiração e proteção contra adversários físicos e espirituais de vidas passadas. Sempre respeitando as leis divinas, seu objetivo é nos assistir na realização de nossa missão evolutiva na Terra.
 
COMO PERCEBER A PRESENÇA DO MENTOR ESPIRITUAL?
 
O conhecimento da ciência neurolinguística pode ser utilizado como uma bússola para identificar qual é a nossa forma de conexão com os amigos espirituais.
 
O reconhecimento da presença do mentor está relacionado ao tipo de percepção que cada um possui. Existem pessoas que tem a percepção visual mais aguçada, elas conseguem ver vultos, ou até mesmo podem enxergar claramente seu mentor. Há pessoas que possuem a percepção auditiva mais desenvolvida, elas costumam escutar a voz de seu mentor dentro da mente. Outras pessoas são as chamadas cinestésicas, estas assimilam a presença do mentor através de sensações físicas, como arrepios, pressão no corpo, calor ou frio.
Este processo de senso percepção é uma capacidade natural do organismo humano. Todas as pessoas podem estabelecer uma comunicação com seus mentores e o plano espiritual, independente de crença ou religião.
 
QUANDO OS MENTORES NÃO PODEM AJUDAR?
Existe uma situação em que a interferência dos mentores em nossa vida fica impedida, quando nos distanciamos da sintonia vibracional em que eles atuam.
 
Ao alimentar pensamentos, sentimentos e atitudes negativas, perdemos a conexão com nossos amigos espirituais da luz. Os mentores permanecem ao nosso lado, nos enviam fluídos, inspirações e oram por nós, mas não conseguem auxiliar, pois não existe a possibilidade de conexão entre vibrações energéticas tão distintas.
 
COMO SE COMUNICAR COM SEU MENTOR ESPIRITUAL?
 
A comunicação com seu mentor é simples e natural, procure um ambiente calmo e respire tranquilamente. Do seu jeito, eleve seus pensamentos a Deus e chame seu mentor. Agradeça por todas as orientações, paciência, lealdade e proteção que ele tem lhe oferecido durante a vida.
 
Diga mentalmente a ele que você quer conhecê-lo melhor, que quer colaborar para que a ligação entre vocês seja mais clara e próxima. Faça uma pergunta e silencie sua mente para captar a resposta.
O sucesso da ajuda que os mentores nos oferecem está diretamente relacionado ao tipo de vida e esforço pessoal que realizamos.
Apesar de serem invisíveis aos olhos físicos, os mentores espirituais são os nossos melhores amigos.
 
Namastê!
 
Nina Greguer
 

Este post foi lido 15240 vezes!

4 respostas
  1. jorge luiz
    jorge luiz says:

    Peço se possível o número de tel que eu possa ligar para conversar . É referente a comunicação com a espiritualidade através dos nervos do nosso corpo, obrigado

    Responder
  2. Fádia Ravilã
    Fádia Ravilã says:

    Obrigada meu querido irmão, por me fazer de forma simples como saber quem seja meu mentor.
    Ainda não consegui mas, vou tentar ser digna para tanto.

    Responder

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>