girl-resting-1030x579

Deus é e, como Ele, todos vocês também são

Aqui, nos reinos espirituais ou não físicos, todos estamos encantados com o progresso que todos estão fazendo para o despertar que, agora, está muito próximo. Trabalharam muito bem e, embora tenha sido muito difícil de fazerem isso não ficarão desapontados.
 
Despertar é o destino divino da humanidade, é certo e inevitável. Então, relaxem no saber interior que todos vocês têm, que o seu despertar não é um sonho ocioso, que é um evento real que não pode ser prevenido ou evitado. O tempo de sonhar acabou, agora, é hora de despertar para a Realidade.
 
Muitos de vocês têm dúvidas – dúvidas de si mesmos, dúvidas sobre a Realidade, sobre o despertar, sobre suas sanidades – liberem-nas com agradecimento, porque elas foram necessárias para garantir que não fossem apanhados em voos fantasiosos e egoístas sobre uma nova ilusão/sonhos para substituírem o tão insatisfatório em que estiveram instalados por tanto tempo. A Realidade é a morada eterna de todos vocês e, é para isso que irão acordar, não em outra ilusão.
 
Como foram informados com tanta frequência, o despertar de cada um de vocês é inevitável. Libertem essa firme firmeza sobre suas dúvidas, elas não servem mais a vocês ou à humanidade. São seres divinos, criações divinas perfeitas que, muito temporariamente esqueceram quem são – e que estão prestes a lembrar. Existe apenas o UM, a Fonte, a Mãe/Pai/ Deus, em que todo ser consciente já criado é completamente UM e inseparável.
 
O UM é melhor descrito como um campo de energia ou um oceano de poder incompreensível e criatividade e, melhor identificado – quando tenham que usar palavras, em vez de conhecimento direto – como o Amor, Consciência, Conhecimento. Palavras são total e completamente inadequadas para sequer tentar definir ou descrever o indefinível e o indescritível.
 
Deus é e, como ele, todos vocês são também. São vastos eternos seres, entidades de Amor, de Luz, de Alegria, perdidos temporariamente num sonho ou pesadelo de medo, dor, sofrimentos e ansiedades, aparentemente infinitos, em que surgem breves momentos de felicidade.
 
Foram criados para desfrutar de uma vida maravilhosa de eterna felicidade. Então, por que ficar dormindo, quando a Realidade espera entusiasticamente e encoraja seus despertares, em que a acolhida preparada irá maravilhar e surpreendê-los, na medida em que, finalmente, saberão o quanto são amados. Não há nada que possam fazer para se tornarem mais aceitáveis para a Fonte, porque, foram criados perfeitos e, é impossível melhorar a perfeição.
 
Em vez disso, diariamente, dirijam-se a seus sagrados santuários interiores e aceitem plenamente o Amor que reside lá, aguardando pacientemente o momento em que escolhem abrir completamente seus corações para Ele. O Amor está lá para todos vocês, sempre e, tudo que os separa d’Ele, são seus afastamentos ou de suas recusas em abordá-Lo, porque, temem que não sejam dignos de receberem Seu divino abraço.
 
Ninguém é indigno, nunca foram indignos. Optaram por assim acreditarem – por causa de seus pecados, seus erros e enganos, que fazem parte da ilusão e são irreais – e que o Amor possa rejeitar ou condená-los. Mas o Amor é incondicional em sua aceitação de todos e cada um dos filhos amados de Deus. O Amor só quer tranquilizá-los da completa aceitação de cada um de vocês, assim como são, assim como foram criados, perfeitos.
 
A ilusão transforma tudo de cabeça para baixo, como pretendiam que fosse, quando a construíram. Queriam que parecesse total e completamente real quando a inventaram e construíram e, assim foi, é, e continuará a ser, até que escolham mudar seus pensamentos sobre isso e, que é claro, faz com que o Real pareça irreal!
 
E, quando adentram em seus santuários, têm a sensação, a sensação de que são imutáveis. Realmente não se sentem diferentes das pessoas que eram ontem, ou há dez ou cinquenta anos atrás. Sim, seus corpos envelheceram e se deterioraram, mas vocês, o Eu ocupante do corpo, não o faz. Isso mostra que são seres eternos e não temporais.
 
Sim, algum dia, todos acabam por deixarem seus corpos. A essência viva irá sair e continuar, deixando o corpo, o veículo, a forma que usaram para experimentar a ilusão, para decair e se desintegrar. Realmente não é uma perda, porque, sem ele e as limitações com que lhes propiciaram, se acharão totalmente livres, assim como foram criados. Mesmo encerrados em suas formas físicas, são livres. Apenas acabaram por perder a vista dessa verdade, ou esqueceram-na, temporariamente.
 
São todos Luz, Amor e livres! E a razão de que isso é verdade, é porque foi assim que foram criados. São eternas criações divinas e perfeitas, sempre e sem interrupção, UM com Deus, em seu estado natural de paz, harmonia e alegrias, no único estado que existe – na Realidade, Sem Ele, todo ser senciente, a Realidade, Deus, seria incompleto porque tudo é criado, a partir de Deus, que é tudo e, Deus sendo tudo, nunca pode ser incompleto. Portanto, suas existências eternas, sem uma interrupção momentânea é divinamente assegurada. O despertar é apenas um descarte de suas inconsciências ou esquecimento de quem realmente são.
 
Escolheram inventar e construir a ilusão e jogarem um jogo de separação da Fonte, porque queriam experimentar esse estado impossível e totalmente irreal. A única maneira de fazer isso, foi através da ilusão, através da irrealidade, e isso significaria esconderem suas próprias naturezas de vocês mesmos e, temporariamente, esquecendo-se totalmente disso.
 
Suas formas físicas são separadas uma da outra e, ainda assim, porque são pura energia, Amor puro, não estão realmente separados. Como a ciência moderna mostrou, tudo está ligado a tudo o mais e, tudo afeta o resto, mesmo que isso aconteça fora de suas consciências humanas severamente limitadas e, consequentemente, é muito difícil para possam entender a aceitarem. A exemplo de vocês, também, seus cientistas têm muita dificuldade com esse conceito, essa verdade.
 
Então, reiterando, a separação é irreal, é um estado ilusório que construíram para experimentar o impossível. Construíram-na com muita habilidade e, consequentemente, convenceram-se a si mesmos, em seus estados limitados de consciência, como seres humanos, de que fosse real, assim como pretendiam.
 
Mas já tiveram o suficiente, a separação não é divertida. É dolorosa, inquietante e perturbadora, na verdade é aterrorizante, quando a entendem em seu real significado. No entanto, também é impossível. Portanto, regozijem-se com o conhecimento certo de que é totalmente irreal e que irão despertar dela.
 
Com muito Amor,
 
Saul.
 
Através de John Smallman
Tradução: Candido Pedro Jorge

Este post foi lido 536 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>