educacao-emocional

Alguma vez você já?

… deixou de fazer algo que queria muito porque o medo te paralisou?

… agiu impulsivamente e depois se arrependeu do que fez ou falou?

… entrou em um estado de humor negativo, sem saber como sair daquela sensação?

… se deixou levar por pensamentos compulsivos que fizeram seu corpo sofrer?

… desgastou relações por não saber falar sobre seus sentimentos e necessidades?

… atrapalhou sua carreira por não saber lidar com todos os tipos de pessoas?

 

Qualquer um de nós já passou por uma ou mais dessas situações, por não sabermos como lidar com nossas emoções. A emoção é a força que nos impulsiona para a ação. Se não soubermos como usá-la, essa força nos leva na direção errada. Entretanto, quando conseguimos gerenciá-la, usamos essa força a nosso favor, para atingir todos os nossos objetivos – pessoais e profissionais.

O que é Educação Emocional?

A educação emocional é uma habilidade que pode ser desenvolvida por adultos e crianças. É um processo que nos leva a entender o mecanismo gerador das nossas ações. Com ela, aprendemos o mecanismo “Pensar > Sentir > Agir” e direcionamos nossas atitudes para o resultado que queremos atingir. Sendo adultos ou crianças – podemos desde já assumir o controle das nossas escolhas e ter uma vida com resultados mais positivos.

Como eu funciono e como ser mais feliz?

Nenhum resultado acontece sem que haja alguma ação da nossa parte e nenhuma ação é gerada por nós, se não estivermos no estado de “prontidão” - naquela energia e vontade de fazer o movimento. Mas só chegamos ao estado de prontidão quando estamos nos sentindo bem – tranquilos, seguros, dispostos, relaxados, felizes.

Todos os sentimentos que chegam até nós são provenientes do que estamos pensando – seja uma lembrança, uma projeção do futuro ou a nossa interpretação do que estivermos captando naquele momento, através dos nossos sentidos.

Ou seja, para termos sucesso em qualquer área da vida precisamos estar bem emocionalmente. Aqueles que sabem gerenciar suas emoções e conseguem se colocar propositalmente em estados positivos e de prontidão, são pessoas que possuem o que chamamos de “Inteligência Emocional”.

Quem não possui Inteligência Emocional fica dependente de momentos em que se sinta bem para conseguir gerar alguma ação – precisam esperar que algo externo mude seu estado e ele tenha a força de vontade necessária. São aqueles que dizem: “Quando eu me casar, vou ser mais feliz. Quando eu me separar, vou ser mais independente. Quando meu chefe sair do meu departamento, vou ser promovido. Quando o governo mudar, vou arrumar um emprego. Quando fizer sol, vou ter vontade de me exercitar…”

Alguns já nascem e crescem com essa habilidade, fruto da formação e estímulos recebidos na infância. Outros, embora adultos, são analfabetos emocionais. A boa notícia é que esta habilidade pode ser aprendida. Com treino, auto-observação e paciência, o desenvolvimento emocional acontece.

Através da Educação Emocional, a pessoa forma a base necessária para seguir todo e qualquer projeto, seja pessoal ou profissional. Esse é o Programa Florescer!

Qual é objetivo do Programa Florescer?

Apoiar no despertar da sua consciência, reconhecendo seu poder de criar as melhores escolhas para sua vida, expandindo cada vez mais seu desenvolvimento pessoal.

Apoiar no despertar espiritual, facilitando o encontro com sua essência, enquanto descobre ser mais do que imaginava ser, enquanto usava sua máscara de personalidade.

Como ele é conduzido?

Facilito um processo de autoconhecimento e autogerenciamento, utilizando como ferramentas: o Eneagrama e a Inteligência Positiva.

São encontros semanais, onde a pessoa mergulha o seu universo interior, sendo conduzida por conversas a respeito de como o modelo mental x sentimental x comportamental funciona. São trocas ricas onde começamos a perceber de forma consciente como reagimos no mundo, saindo do “piloto automático”.

No intervalo entre os encontros, a pessoa fica em processo de auto-observação e realiza práticas indicadas para desarmar os padrões comportamentais negativos.

Uma vez aprendido e tendo desenvolvido a habilidade de gerenciar o seu fluxo de Inteligência Emocional, a pessoa é totalmente liberada do atendimento, sem ficar dependente de atendimentos, como acontece em terapias tradicionais.

Uma abordagem que visa dar as ferramentas e autonomia para seus clientes, de forma direta, prática e simples

 

“Acordar para quem você é requer desapego de quem você imagina ser”Alan Watts

 

alessandra-riscadoAlessandra Riscado
Coach e terapeuta para autoconhecimento e autogerenciamento pessoal e colaboradora do Movimento PENSO POSITIVO.
www.alessandrariscado.com