post-5-d

Karma ancestral

A jornada ao longo do caminho é individual e, às vezes, solitária. Mas não podemos negar a realidade daqueles que percorreram o caminho antes de nós, e os que virão depois de nós. Quer reconheçamos ou não, todos os nossos ancestrais (conhecidos ou desconhecidos) interagem com a nossa frequência em um nível sutil. Alguns podem se encontrar perdidos, vagando, ressentidos, emocionalmente abalados e/ou desorientados. Isso nos afeta em um nível inconsciente dificultando nossa ascensão e bloqueando nossa caminhada ao longo do caminho.
 
Os nossos antepassados são capazes de causar um profundo impacto positivo ou negativo sobre nossas vidas, similar ao que ocorre com os nossos outros “eus” paralelos, em nossa consciência. Sua energia reside dentro de todos nós através do nosso DNA, e tem a potencialidade de influenciar nossas vidas diárias através de sua consciência viva. Sem mencionar o fato que muitos de nossos antepassados são partes de nossa essência fragmentadas operando em outra história. Os nossos antepassados desenvolveram seus próprios padrões, crenças, atitudes e desejos e como tal geraram programações kármicas que ficaram impregnadas em sua consciência e parcelas de almas. A descendência de toda hierarquia familiar sofre as programações de seus antepassados tendo em vista de funcionarem em uma frequência de vínculos kármicos similares que se adequam no mesmo propósito de em algum momento romperem o padrão que os mantêm presos na roda de samsara.
 
Quando os antepassados desejam cumprir suas programações através de seus descendentes, um imprinting que funciona como um campo energético é criado. Desta forma, nossos ancestrais jogam um papel enorme em nossa experiência de vida presente e nossos “eus” paralelos, muitas vezes sem o nosso conhecimento. Seus traumas nos afetam através desta impressão energética , dando continuidade ao padrão kármico repetitivo e enquanto não resolvidos, continuam a ser transmitidos através da linhagem para nós e, em seguida, para a nossa prole.
 
Considere que este tipo de influência e toda esta energia kármica tem o potencial para criar blocos, problemas e desafios e muito mais Karma, que em última análise limita a nossa capacidade de expressar e atualizar o nosso ser espiritual verdadeiro e de herdar o nosso potencial infinito.
 
Por vezes quando algum descendente equilibrou o seu Karma pessoal até certo grau volta a roda de samsara para ajudar a curar, equilibrar e transmutar o carma ancestral da família. Famílias inteiras podem ser afetadas dessa maneira, no entanto, apenas um ente familiar é suficiente para “quebrar o molde” e liberar padrões ancestrais debilitantes e retidos ao longo do tempo. Além disso, isso também vai ajudar os antepassados a evoluírem no nível de consciência onde se encontram. Muitos descendentes assumem o compromisso de romper estes padrões o que o fazem por inúmeras vidas consecutivas até que o padrão kármico repetitivo de toda a cadeia familiar seja dissipado. Toda descendência que atingiu certo grau evolutivo tem o compromisso de fazer o rompimento da cadeia kármica ancestral.
 
Como exemplo, podemos citar alguém que tenha problemas de ordem material/financeiro. Se o mesmo observar e pesquisar seus antepassados encontrará padrões obstrutivos semelhantes onde então trabalhando a cura e limpeza destes antepassados alcançará um maior fluxo de abundância em todas as áreas de sua vida, especialmente nas áreas de recebimento de dinheiro.
 
Muito comum também é um padrão kármico não resolvido de um antepassado ressaltar nas vidas posteriores de seus descendentes o que poderá ensejar em um novo conflito potencial energético. Inimigos de outrora podem ressurgir através da linhagem ancestral até que o mesmo seja dirimido e o padrão kármico resolvido.
 
Crenças ancestrais sobre dinheiro, trabalho, relacionamento, sucesso e riqueza podem se estender por inúmeras encarnações a sua descendência. Seus antepassados podem ter tido crenças, julgamentos e pensamentos sobre o dinheiro sucesso e riqueza de uma época em que a riqueza foi medida por quantas cabeças de gado que possuíam. As coisas estão definitivamente diferentes agora, mas quanto da programação ainda está sendo executada dentro de você?
 
A história de catástrofes, fome, guerras, ruína financeira, vícios, rompimentos afetivos e toda a intensa luta pela sobrevivência que os nossos antepassados sofreram influenciam potencialmente o nosso processo de cura em especial se mantivermos uma identificação com os mesmos padrões identificados em nossos ancestrais. Esteja você alinhado nos mesmos padrões de seus ancestrais ou reagindo ou discordando dos mesmos criará um desequilíbrio energético para a sua vida. Lembre-se que sua resistência ou reação a qualquer coisa só a mantém energizada dentro de você.
 
Cada ação, cada palavra e cada pensamento são registrados no campo de energia de nossa alma e irá refletir a qualidade da nossa freqüência vibratória em todos os nossos “eus paralelos” e consequentemente em toda a nossa linhagem ancestral. No momento em que tomarmos a decisão de gerar ações que evoluam a nossa alma e optarmos por não mais alimentarmos os mesmos padrões de comportamento repetitivos inconscientes de nossos “eus “ paralelos e de nossos ancestrais, vamos começar a elevar a nossa frequência vibracional quebrando o ciclo da roda de samsara. Essa mudança de nossa energia vai mudar a qualidade de nossas circunstâncias de vida afetando o que está sendo criado por nós em todas as realidades onde nos mantemos conectados através de nossas frações de almas e alterando fundamentalmente a cadeia do dna de toda a nossa ancestralidade.
 
Eu Sou Maiana Lena, consciência unificada na missão de servir a luz!

Maiana Lena
É Reiki Master no sistema Usui, Apometria Quântica, Reiki Apométrico, Tarot Kármico, Astrologia Kármica, Numerologia Kármica e Terapias de Curas Multidimensionaise colaboradora do Movimento PENSO POSITIVO.
Blog: http://maianallena.blogspot.com.br/

 

Este post foi lido 2529 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>