Mensagem de Jesus

Canal: John Smallman

Publicado por: Hugo L. Arteiro

25.05.2014



Sua Escolha é Muito Honrada e Apreciada Por Todos os Reinos Espirituais.

É mais amado. Concentre-se nisso quando for para o seu tranquilo espaço interior para meditar e não se julgue ou, pior ainda, condene-se por sua percepção de falta de capacidade ou valor.

É uma percepção totalmente errada e inválida, que o seu ego o incentiva a acreditar que seja verdade, a fim de mantê-lo na dúvida e medo. Está na Terra, neste ponto em sua evolução – neste processo de despertar da humanidade – com um propósito muito específico e essencial.

Escolheu participar, porque sabia que poderia ser de grande ajuda e sua escolha foi muito honrada e apreciada por todos nos reinos espirituais, onde temos pleno conhecimento e compreensão do que é exigido e oferecido por todos nossos irmãos e irmãs atualmente encarnados na Terra. São todos altamente honrados e respeitados por suas escolhas em se tornarem humanos neste momento e, o nosso Amor para com todos não conhece limites. Por isso agradecemos.

A espera deste evento estelar divinamente planejado – o despertar da humanidade – é muitas vezes muito cansativo e preocupante, pois traz à tona suas próprias dúvidas pessoais sobre sua crença em Deus e no Céu, na medida em que, de vez em quando, embrenha-se na escuridão da ilusão, onde tudo parece mais real. “Será a crença em Deus, fonte de tudo o que existe, a inteligência suprema e divina, uma versão adulta da crença de uma criança no Pai Noel” fica, às vezes, a se perguntar quando sente-se particularmente deprimido?

Posso garantir que definitivamente não é! As crianças têm uma memória muito recente dos reinos divinos e, assim, a crença em Papai Noel, faz total sentido para elas. Depois, à medida que envelhecem e suas crenças inocentes são perdidas, torna-se evidente que neste mundo ilusório não existe magia e descartam suas crenças inocentes em Fadas e Papai Noel.

Mas é claro que a maioria delas – como a maioria da população adulta – passa a acreditar que realmente este seja um mundo de prisão e trabalho árduo, com muita de dor e sofrimento, ocasionalmente intercalados com momentos de prazer; definitivamente um mundo muito real e nada ilusório. E a dor, quando acontece, é muito intensa. Tudo aparentemente muito real para a maioria das pessoas perceberem e aceitar que, na verdade, trata-se de uma ilusão.

Mesmo aqueles que tinham uma forte fé no amor de Deus, adquiriram a crença num mundo real da dor indizível e do sofrimento, em vez de perceber e compreender que um Deus amoroso – que realmente é a fonte de tudo que existe – não poderia e não criaria um ambiente tão severo para os seus filhos habitar, para em seguida, julgar e puni-los por seus “pecados” e inadequações, enquanto envolvidos nele. Adquiriram uma milenar e totalmente inválida crença de que Ele exigia seu bom comportamento, a vigia-los constantemente, anotando seus pecados e outras falhas, para garantir que no final, fossem devidamente punidos por essas falhas, antes, talvez de serem recebidos no céu – provavelmente como cidadãos de segunda categoria!

Essa crença surgiu da separação que optaram por experimentar, nascendo em corpos com habilidades severamente limitadas. E, como resultado, na medida em que se encontraram aparentemente sozinhos, abandonados e lutando para sobreviver num mundo muito hostil, inventaram um ser superior, um deus – na verdade um ídolo! – Para substituir o seu pai, a quem tinham esquecido e quem, então, passaram eras tentando apaziguar, na esperança de serem resgatados do estado lastimável, todavia irreal em que se encontravam.

Todas as suas culturas e nações terrenas inventaram conjuntos de hierarquias dominantes, supostamente guiadas e dirigidas por Deus, constituídos num grupo seleto – os nascidos em famílias “nobres” ou “aristocráticas”, onde aqueles com inteligência muito grande e com uma total falta de integridade moral – foram convidados como membros. Ao ingressar nas fileiras dos veementemente corruptos, foram plenamente instruídos no uso da retórica desonrosa, manipulação, engano, força, punição e culpa, a fim de manter o controle sobre as “pessoas pequenas”, as populações que alegavam estar protegendo.

E, como pode ver, trabalharam muito bem. Ao longo das eras, essas hierarquias dominantes se envolveram em guerras regulares umas contra as outras para aumentar seu poder e influência, tentando destruir o outro. Usaram suas populações, aqueles a quem reivindicaram defender e proteger e que foram treinados a partir de uma idade muito precoce a desconfiar de pessoas diferentes deles na cor, raça ou crenças religiosas, a lutarem e sofrer por uma suposta causa nobre – protegendo seus “nobres patrões” dos ataques dos “bárbaros” – injustificados e insanos nas guerras contra qualquer cultura que esses chefes autoeleitos escolheram demonizar ou se envolver.

Este comportamento não será mais permitido, na medida em que, cada vez mais, as pessoas “comuns”, os “pequenos” populares – que, na verdade são criaturas de enorme poder e Luz – tornarem-se conscientes do quanto foram enganados pelas mentiras daqueles que acreditavam que tinham os melhores interesses no coração. Esta consciência crescente está levando a um colapso completo de apoio para os vários sistemas políticos, que supostamente mantiveram a ordem e segurança para as nações do mundo. Seus delatores, são merecedores das maiores honras, pela a coragem que demonstraram em trazer sua atenção ao engano e corrupção que tem sido endêmica em muitos lugares, por muito tempo.

O poder dos ricos e influentes não pode mais ser mantido. Seus sistemas políticos e organizações estão finalmente sendo vistos pelo que realmente são – clubes e associações para os ricos e poderosos, que lhes permitiam controlar a humanidade. Eles os têm constantemente usado, enganado e maltratado, fingindo manter a ordem, a fim de garantir a sua segurança. Os escravizaram em ocupações braçais que minaram sua energia e capacidade criativa, jogando-os uns contra os outros, porque as organizações e estruturas corporativas que os empregavam e das quais “pertenciam” pareciam estar sempre envolvidas em conflitos com outras organizações, similarmente poderosas, de forma que sua lealdade e apoio foram sempre necessários.

Nos níveis mais elevados, enquanto estão se tornando cada vez mais conscientes, não existe conflito. Enquanto aqui, existem poucos indivíduos ricos (± 001 %) que jogam incessantemente nos mercados financeiros para seu prazer e diversão em testosterona infinita, impulsionado jogos intermináveis de “pedra-papel-tesoura”. E quando perdem, pois alguém tem de perder, vocês pagam e sofrem, enquanto que os perdedores muito rapidamente recuperaram o que nunca realmente perderam!

Agora, na medida em que se move em direção ao seu despertar, ao seu estado natural e totalmente consciente, abstenha-se de julgar ou condenar aqueles que os têm enganado, maltratado, torturado e escravizado.

Lembre-se que, quanto mais violentamente experimentar receber um ataque, maior será a dor que o atacante tem negada e reprimida dentro de si. Na verdade, seu sofrimento é maior que o seu!

Deus, a nossa Fonte, é infinitamente amoroso, porque Ele é Amor. Nada existe que não seja Deus, o campo eterno e criativo do Amor. Tudo o que existe é, portanto, criado a partir do Amor e, consequentemente, sua natureza eterna é Amor. Aqueles que parecem ser maus estão apenas muito confusos. Estão doentes com a confusão e o que necessitam é serem curados, para que possam despertar, assim como todos os outros. Deus não descarta, condena ou destrói, porque tudo o que Ele cria é perfeito. E não há nada mais! O Amor cura e você escolheu encarnar para abraçar, trazer e demonstra-lo para aqueles que se esqueceram.

Isso não significa que deva sair a fazer proselitismo ou corajosamente apontar erros aparentes, enganos ou pecados das pessoas. Apenas seja amoroso, totalmente amoroso a todo o momento, em toda situação e, ao fazê-lo, estender a cura que oferece o Amor de Deus para todos os Seus filhos, sem exceção, a toda alma com quem você interagir. Constantemente mantendo a intenção de ser sempre amoroso, independentemente das circunstâncias ou das situações em que se encontrem, efetivamente estará e, muito eficazmente, curando o mundo.

É por isso que escolheu encarnar neste momento da história da Terra. É a tarefa que, conscientemente, por vontade própria e compaixão, comprometeu-se a levar a humanidade ao seu despertar. E, embora muitos permaneçam aparentemente inconscientes do trabalho que estão fazendo e os resultados fantásticos que estão conseguindo, no entanto, manter a intenção de manter sua Luz no alto e pretender que Ela se funda e se integre com a Luz de todos os outros, neste momento, também na Terra, mantendo elevada, partilhando e entendendo.

O que estão fazendo é incrível! Não deixem suas dúvidas ou humores depressivos indevidamente incomodá-los. As energias da escuridão estão sendo dissolvidas através de vocês, assim como pretendiam, quando decidiram encarnar como seres humanos e ajudar tão habilmente no processo de despertar. Quando tomaram a decisão, sabiam que a escuridão iria envolvê-los de vez em quando, embora também soubessem que, com o poder da graça de Deus que flui constantemente através da Luz que cada um carrega, que se dissolveria e, isso é o que está acontecendo num ritmo cada vez mais rápido.

Portanto, aceite os nossos cumprimentos para as maravilhas que está conseguindo e busque o nosso Amor e nossa assistência diária quando estiver recolhido em seu tranquilo recanto interior, a experimentar a Paz que é Deus, sabendo que estaremos sempre lá, a envolve-lo num abraço amoroso.

Seu irmão amoroso, Jesus.

Tradução: / Candido Pedro Jorge

Este post foi lido 783 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>