tempo1-1030x648

Motivos para a ação

Onde encontramos motivos para a ação? De que forma sair da estagnação e seguir em um caminho com leveza e entusiasmo?
 
O primeiro grande passo é descobrir o que faz teu coração bater mais forte, o que é o desejo que existe em ti e está pedindo para ser realizado?
 
Quase sempre quando no deparamos com falta de ânimo, ou coragem para seguir adiante, algo não está sendo expresso no nosso Ser. Algo foi esquecido, ou não encontramos meios para realizar.
 
Esquecemos de aspectos importantes do nosso Ser quando vivemos mais de acordo com o que o mundo espera de nós do que com o que nos dá alegria e prazer.
 
Dessa forma, é importante retomar o próprio sentir, ir de encontro ao próprio querer, trazer para a consciência aquilo que foi trancafiado para não ser usado.
 
É preciso iniciar pelas emoções, permitir a expressão daquilo que está agora mesmo presente no seu corpo, permitindo a limpeza e esvaziamento do campo emocional.
 
Permitir a expressão da emoção é simplesmente permitir o sentir, sem colocar uma razão ou um julgamento nisso. Aprender a simplesmente soltar…
 
A partir disso é possível abrir espaço para a informação que está presente no próprio campo de energia, pronta para ser acessada.
 
Quando não encontramos meios para realizar o que desejamos, acreditamos que aquilo que desejamos contraria o mundo em que vivemos, e que não vai ser aceito e acolhido.
 
De alguma, e por alguns erros de aprendizado da nossa criança interior, não confiamos e não aceitamos plenamente no nosso jeito natural de Ser, nossas qualidades, nossas emoções, e por isso não aceitamos o que nosso Eu Divino, o que nosso Ser nos impulsiona a fazer.
 
Quando falta a aceitação do que nós somos integralmente, vai faltar ancoramento, vai faltar poder nos nossos passos, de modo que a energia de ação que transmitirmos para o mundo não vai ser suficiente para que sejamos ouvidos e nossas ações sejam recebidas.
 
Comece entrando em contato com teu querer e quando encontrares, pergunta a ti mesmo: qual o medo de realiza-lo?
 
A resposta vai te dar um vislumbre da origem da não aceitação e da falta de confiança.
 
A forma de construir um auto empoderamento na verdade é aceitar que o medo existe, e ir construindo novos aprendizados através da experiencia de dar passos em direção ao que é nosso objetivo.
 
Caminhando com consciência do medo, mas dando passos reais em direção ao teu objetivo.
 
À medida que os passos vão sendo dados o medo vai diminuindo, nossa ação vai quebrando a resistência ao novo, e construindo novos conceitos para si mesmo, novos aprendizados, baseados na tua real presença.
 
Em todo esse processo de aprendizado é importante estar bem presente no momento, observando a si mesmo e percebendo como você está no momento presente, no sentido de ir possibilitando os novos registros.
 
Normalmente o que fazemos é trazer para o presente o que houve no passado, e projetar o passado no presente.
 
Só é possível construir novos conceitos novos aprendizados a partir de estar presente no momento, percebendo a si mesmo.
 
Coragem, dê um passo em direção ao teu próprio querer, e a alegria e o ânimo de viver se multiplicarão na tua vida.
 
Tu viestes para a Terra para expressar o teu próprio querer. Fazer isto é tua própria responsabilidade, tua própria criação.
 
Kátia Patrícia

katia-brilhoKátia Patricia Silveira
É escritora, Terapeuta holística de Frequências de Brilho, Maná, Cura Multidimensional Archturiana, Florais de Bach e colaboradora do Movimento PENSO POSITIVO.
Site: www.katiapatriciaonline.com

Este post foi lido 719 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>