naom_59b0f9235eb7e

Não é o fim

Não é Armageddon. Você não está enfrentando o fim do mundo. Nunca há qualquer tempo na terra quando você está sendo punido, nem quando a terra está “louca” com você. Os incêndios, as inundações, os terremotos, as chamas solares e outros fenômenos naturais não significam os “tempos finais”, mas sim a oportunidade de novos começos. É um momento em que você está convidado a se expandir para um fluxo mais lindo de Amor, confiança e respeito pela sua realidade interconectada.
 
Seus desastres são simplesmente o meio da Terra de liberar o excesso de energia que se acumulou ao longo do tempo – naturalmente ou de forma não natural. Quando a humanidade não permite que suas próprias energias emocionais fluam, eventualmente a Terra deve fazê-lo por você. Vocês são células em um ecossistema muito mais conectado do que os limites artificiais estabelecidos que seus vizinhos e nações permitem que você acredite.
 
Seu Sol é uma encarnação da Luz Divina, como você é. Ele envia esta Luz para a Terra em forma física, em ciclos que flutuam e fluem como as marés. Quando a Terra está com necessidade especial de Amor, ocasionalmente ele envia rajadas adicionais de energia. Você está vivendo um desses momentos. As ameaças de guerra e caos em seu planeta foram gritos por Amor. Seu Sol tem obrigatoriamente, enviado um enorme influxo de Luz que está criando um movimento incrível. Sua Terra se obrigou a liberar enormes quantidades de excesso de carga através de seus desastres naturais.
 
Os desastres que você testemunha, como falamos, não são castigos, mas sim uma recalibração para um maior Amor – um chamado para despertar. De repente, a guerra não é uma preocupação quando seus companheiros humanos precisam de comida e abrigo. De repente, em vez de se concentrar nos medos, você está focado em soluções. Em vez de se concentrar nas diferenças, você está focado nos laços comuns que você compartilha como ser humano.
 
Queridos, vocês nunca estão sozinhos. Estamos com vocês na calma e na tempestade, no nascimento e na morte, nos momentos mais alegres e com maior medo ou lágrimas da sua vida.
 
Gentilmente, amorosamente, com ternura, lembramos uma verdade tão básica, que é fácil esquecer. Vocês todos são Um. Vocês são amados. Vocês são todos uma família. Cuidem uns dos outros. Rezem por si mesmo e um ao outro. Comemorem os sucessos uns dos outros, e deem uma mão quando a vida jogar um de vocês para baixo.
 
Os Anjos
Através de Ann Albers
 
Traduzido por Adriano Pereira
Manaus/Amazonas
blogluzevida@gmail.com

Este post foi lido 2278 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>