sm_espiritualidade_fileminimizer

Meditação: O nada e o tudo

Muitas pessoas que têm começado a meditar referem-nos que não veem nada, não sentem nada… enfim nada de nada aconteceu e ficam muito desapontadas.

Mas será mesmo verdade? Ou será que essas pessoas, mesmo referindo de que nada sentiram ou viram apenas se referem às suas imensas expectativas, sobre o que ouviram ou o que lhes terão dito sobre a meditação. Na maioria das vezes, depois de nos referirem que nada sentiram ou viram acabam por nos descrever sintomas ou “luzes” que lhe foram surgindo durante o processo.

Há mesmo casos em que as pessoas nada se recordam do que se passou com elas e sentem como que se a sua vida tivesse ficado em suspenso durante todo o tempo que decorreu a meditação. Casos houve em que essas mesmas pessoas ficaram deveras assustadas pois o nada lhes parece horrivelmente assustador e vazio.

Mas mesmo que não aconteça nada. Será que ainda não descobriram o que esse nada significa? Afinal como é que se manifesta a energia potencial?

Como potencial que é, ainda não realizou nada e por isso a energia não se pode manifestar nas dimensões do mundo das formas (as 3 dimensões espaciais mais o tempo). Mas ela está lá, é a tua presença, é esse nada existencial.

Se te mantiveres simplesmente a observar esse nada verás que ele vai acabar por te permear com uma imensa Paz, que se calhar nunca antes havias experienciado durante toda a tua vida. E não é uma maravilha finalmente teres esse teu momento de Paz interior nem que seja apenas contemplando o nada.

Repara que tu, tal como todos os outros seres humanos transformaram-se em autênticas máquinas pensantes, estando permanentemente a produzir pensamentos usando a linguagem, a linguagem com que te programas para dar respostas a todos os impulsos que vão surgindo no mundo material.

Repara que os animais não usam pensamentos assim. Eles não se programam através da linguagem pois eles não falam usando fonemas e sons. Alguns haverá que emitem sons sobretudo na época de acasalamento, mas isso não reflete formas de pensamento e de agir.

Por isso esse nada que falas é a mais pura manifestação da tua presença, ainda como energia potencial, antes de qualquer manifestação. Ela acaba por te envolver e impregnar com essa tal PAZ. Mas se te mantiveres simplesmente observando esse mesmo nada, logo outras sensações vão começar a surgir pois esse nada vai começar a induzir sensações e outros tipos de manifestações que acabarão por se manifestar ao nível cerebral, nas mesmas redes neurais que são atuadas pelos teus sentidos.

Afinal esse Nada enquanto energia da tua Presença, aquela que nada produz assim como nada realiza, fará jorrar para dentro de ti tudo o que irás sentir e que depois irás manifestar nos teus momentos na tua dimensão de espaço e tempo.

Esse NADA é afinal o TUDO que tu és. É essa Presença Divina que mora dentro de ti e que faz com que tantos seres se juntem a tua volta, que se apaixonem tanto por ti a ponto de te dedicarem toda a sua vida para que a tua te manifeste criando toda a tua realidade. Esses seres vivos são as tuas células que se organizam em órgãos com um funcionamento tal, que sustentam esse NADA que tu és, em TUDO o que tu manifestas pelas tuas escolhas na tua Vida.

E agora? Ainda achas que a tua Meditação não serviu de nada? Que nada aconteceu?

Então observa bem que esse NADA é apenas o potencial de todo o teu AMOR à espera das tuas escolhas para se começar a manifestar.

Fica bem sentindo-te profundamente amado pelo NADA e o TUDO que tu és.

A Mónada

Canalizado por A Mónada
01.09.2015

Fonte: http://nave-azul.blogspot.com.br/

Este post foi lido 1303 vezes!

3 respostas
  1. Daniela
    Daniela says:

    Boa Tarde!
    Nem sei se alguém vai ler e se terei respostas, espero que sim.
    Comecei a meditar a pouco tempo, em casa, de madrugada onde me encontro em maior silêncio e tranquilidade. Na primeira vez que meditei, me senti muito bem, com um vídeo de meditação guiada, pois não fazia ideia de como começar, tive uma experiência muito boa, onde senti uma enorme força e ligação com o mundo espiritual, mas em alguns momentos, quando parecia que eu estava indo mais para dentro de mim mesma, se alguém entende rsrs, senti um certo medo, uma escuridão que não entendi e com a respiração controlada me mantive na tranquilidade inicial da meditação. Sinto também uma certa dor de cabeça nesses momentos, uma pressão na testa. Gostaria de saber se isso é normal? E quero muito continuar, aprender, evoluir, sentir cada vez mais. Se alguém mais experiente puder me ajudar por favor.
    Obrigada! Paz _/|\_

    Responder

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>