post-6-c

O Poder da Aceitação

Por mais preocupados e ansiosos que andemos, tal turbulência faz com que tenhamos muita dificuldade em nos religarmos com a nossa essência e a través desta ao nosso Eu Superior.
 
Assim, o primeiro exercício que precisamos de realizar é a aceitação, pois que sem nos aceitarmos e amarmos tal como somos em cada momento, dificilmente poderemos inverter o ciclo vicioso de decréscimo de auto-estima em que nos podemos ter lançado.
 
Uma mente muito turbulenta significa na prática que existe algo em nós ou em nossas vidas contra qual lutamos ou nos defrontamos, o que nos causa enorme desgaste energético e uma substancial redução de auto-estima.
 
Então comecemos por decretar: “Apesar das minhas preocupações e ansiedade eu Aceito-me e Amo-me profundamente tal como sou.”
 
Repitam isto sempre que os vossos pensamentos mais recorrentes ou aqueles que vos causam mais aperto na garganta ou no peito surjam.
 
Não tentem lutar contra a vossa mente tentando inibir ou terminar abruptamente com esses pensamentos, pois isso faz com que eles ganhem ainda mais força, pois a tudo quanto resistimos persiste, nem que seja a nível subconsciente.
 
Antes porém envolvam-se de uma grande compaixão por vós mesmos, simplesmente observando a vossa mente quando esses pensamentos surgirem. Aceitem-nos como forma de manifestação do vosso ser na vida presente, deixem-nos viver e agigantarem-se dentro de vós, com todas as emoções que lhes estiverem associadas e mantenham-se no vosso ponto de consciência central de observação. Não os tentem sequer seguir, como costumam normalmente fazer, para possam tomar total consciência do efeito que ele produz dentro de vós, sem se criticarem e julgarem por isso.
 
Simplesmente observem e se for caso disso, ao som de uma música muito tranquila e pacificadora.
 
Lembrem-se que a vossa mente, mesmo turbulenta, mesmo extremamente ansiosa e preocupada, ela é parte integrante de vós e não podem expressar o vosso amor e curarem-se sem ela.
 
Essa mesma mente, como dizia um grande mestre, é como um cavalo selvagem à solta na pradaria, que necessita de ser domado, mas que depois de domado se tornará de grande utilidade para o seu dono que o vier a cavalgar.
 
Assim é a tua mente e o teu ego. Simplesmente ama-a e deixa que ela se expresse toda a sua energia emocional dentro de ti para que tu a possas libertar e transmutar em Amor.
 
Ou seja, quanto mais ansiedade e maior for a preocupação, maior será a tua compaixão e o sentir do Amor por ti.
 
É este o poder da Aceitação. É este o poder da LUZ e o AMOR que habita em ti.
 
Sente-te profundamente AMADO e encontrarás a PAZ que buscas.
 
Fica bem.
 
A Monada
 
Fonte: Nave Azul

Este post foi lido 2381 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>