1_marielle_franco__1_-6118438

O que podemos aprender com Marielle?

Essa semana, mais uma pessoa foi morta de maneira trágica no Rio de Janeiro. Comoção em todos os meios de comunicação e nas mídias sociais. Parece que morreu alguém especial. Na verdade morreu alguém especial sim porque TODOS são especiais. A cada dia que passa mais clara fica a inconsciência que vivemos. A ilusão da separação, cada vez mais evidente, cega a todos e parece contaminar cada vez mais a humanidade.

Marielle, Anderson e todos os demais que morrem todos os dias têm suas vidas ceifadas pela inconsciência que parece cegar a todos nós.

Não há negros e brancos, não há ricos e pobres, não há homossexuais e heterosexuais, não há mulheres e homens. Somos ABSOLUTAMENTE iguais. Partículas de Deus, vivendo um processo evolutivo, escolhendo as experiências que precisamos viver para aprender aquilo que falta para atingirmos a iluminação.

Somos seres dotados de um imenso poder, um poder que é capaz de criar mundos e, em função dessa inconsciência, temos usado esse poder para criar nosso inferno particular.

Temos sido iludidos e usados como massa de manobra, divididos em direita e esquerda. Divisão essa, pregada por quem vem tentando, através do “dividir para conquistar” levar a cabo o plano de assumir o total comando sobre o nosso planeta.

Só existe o TODO, o UM. Somos um só! Quando fazemos mal, a quem quer que seja, fazemos mal a nós mesmos. Essa é a verdade que chega nesse momento de transição em que vivemos. A ilusão da separação está cada vez mais evidente porque é necessário que ela apareça. Só procuramos a cura quando a dor é insuportável. Até quando suportaremos esse inferno que criamos? O mundo é apenas um reflexo do ser humano. Gosta do que vê?

Estamos à um passo de um novo tempo. Um tempo onde o amor prevalecerá, onde não haverá mais separação. Um tempo onde haverá a certeza da unidade do TUDO que é. Mas precisamos acordar. Mudar o mundo depende apenas de mudarmos a nós mesmos.

Vamos tentar parar de julgar, vamos olhar para dentro de nós mesmos. É lá que está a verdade. Somos puro amor.

Precisamos despertar e parar de disseminar a ideia que foi, deliberadamente implantada dentro de nós, de que somos separados uns dos outros. Não há necessidade de competir conosco mesmo. Na UNIDADE que somos está a verdadeira força.

Pensem nisso.

Roberto Legey

 

Roberto_LegeyRoberto Legey
Empresário, consultor, estudioso da espiritualidade, do processo de mudança de consciência planetária e colaborador do Movimento PENSO POSITIVO.

Este post foi lido 1491 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>