vida-espiritual-sadia-mda-770x470

O significado de viver uma vida espiritual

Queridos, chegamos até vocês em Amor e com uma clara compreensão das dificuldades que estão passando nestes tempos de agitações e mudanças. Não tenham medo, está tudo procedendo de acordo com os planos. As frequências intensas de Luz chegando na Terra neste momento estão servindo para expor e trazer ao conhecimento universal as muitas crenças obsoletas e ilusórias que ainda residem confortavelmente na consciência tridimensional.
 
Conforme as pessoas deste mundo se tornam cada vez mais iluminadas, a cena externa irá/necessitará refletir formas mais puras e elevadas de tudo. Ideias avançadas e ainda não descobertas em relação aos governos, medicina, educação, trabalho, meio ambiente, etc., irão começar a se manifestar conforme a consciência de seu mundo evolui mais plenamente em Luz e verdade.
 
Estes tempos estão forçando muitos a examinar cuidadosamente suas escolhas e aqueles que estão espiritualmente prontos estão sendo guiados a ir mais plenamente em sua iluminação.
 
Entretanto, ainda restam aqueles que mesmo espiritualmente prontos, estão escolhendo permanecer em seu sistema de crenças tridimensionais usando a desculpa da posição social, família, amigos, carreira e etc.. como justificativa. Eles dizem a si mesmos que viver espiritualmente é muito impraticável em um mundo de “fera engolindo fera” (como se diz em um ditado popular).
 
Muitos de vocês estão nesta situação neste momento e precisam tomar a decisão: “Eu realmente acredito no que eu aprendi a respeito da verdade ou não?”.
 
A humanidade não pode continuar a viver alegremente com um pé no mundo espiritual e outro no mundo material. A consciência tridimensional e a consciência espiritual têm residido lado a lado por muito tempo. Porém, isto não será mais possível conforme a Terra ascende para uma dimensão de frequência mais elevada. É a hora de tomarem suas decisões, queridos, qual lado irão escolher?
 
Viver a verdade pode ser difícil no início quando as aparências parecem contradizer tudo a respeito disso. Por um tempo (alguns anos) respostas automáticas baseadas em programações de outras vidas irão continuar a se manifestar sem pensar, regurgitando irritação, raiva, desgosto, julgamento e crítica.
 
Nunca pense que você falhou quando isso ocorre, ou entre em resistência ou auto-condenação, mas simplesmente, e com amor-próprio, examine as crenças por trás destas respostas se perguntando: “O que eu estou acreditando que me faz sentir desta forma?”.
 
Escolha uma palavra ou ação que pode rapidamente mudar sua consciência da negatividade para a verdade se você se encontrar reagindo de alguma forma habitual ou não amorosa. Rapidamente trazendo à mente uma palavra como erro, hipnose, ilusório ou separação, ou uma ação como colocar a mão no coração pode ser o gatilho para parar o processo e o ajudar a se realinhar.
 
Uma palavra ou ação específicas em si não tem nenhum poder, porém representa a sua intenção de mudar o alinhamento a um velho hábito.. Escolha uma palavra ou ação que ressoe com você e não tenha medo de trocá-la se ela não for sentida como certa. Você irá saber que a palavra ou ação é perfeita para você pela resposta interna a ela.
 
Fique alerta a velhas programações pessoais ao notar quando e o quão facilmente elas aparecem. Por exemplo, você vai a algum lugar e não há lugar para estacionar. Com isso, você repentinamente se encontra irritado e com raiva dos motoristas ou donos das lojas e na hora que você chega em seu destino, você está carregando energias de raiva e irritação, e uma ideia de separação.
 
No momento em que você reconhecer que alguma velha programação está começando, use sua palavra ou ação especial. Isto servirá para “cortar o mal pela raiz” assim dizendo, permitindo que você dê um passo atrás, repense a situação e a acesse de um nível mais elevado.
 
No devido tempo, as respostas automáticas não mais refletirão as velhas programações, mas fluirão de um nível mais elevado pois você fará um trabalho de “reprogramação” de si mesmo para responder com a Verdade.
 
Frequentemente virão situações que irão deixá-los aborrecidos e imersos na velha programação. Se, e quando, isto acontecer, reserve um tempo depois que as coisas se estabilizarem para levar este evento a meditação, examinando sem julgamento os “comos” e porquês das suas respostas.
 
Nunca julgue, condene ou odeie você mesmo por alguma falha aparente, mas compreenda que estar na Terra é sobre experienciar e aprender, e você está fazendo exatamente isto.
 
No início, o despertar espiritual é muito básico e tridimensional, construído em conhecimento, ponderação, livros, aulas, discussões, estudo e práticas simples. Isto pode continuar por vidas dependendo do indivíduo. Estas práticas irão finalmente servir para abrir as portas internas que permitem o fluxo da Graça.
 
A Graça é a gentil e amorosa energia da Consciência Divina capaz de automaticamente dissolver qualquer coisa que não esteja nela ou não pertença à ela. A jornada espiritual então começa a se desenrolar mais pela Graça do que por alguma ação específica. Ela se tona mais fácil.
 
Viver uma vida espiritual não é agir como “santo” com os amigos, parentes ou colegas de trabalho ao tentar salvá-los, arrumá-los ou curá-los mostrando os erros em seus caminhos.
 
Aqueles ao redor de vocês não precisam saber a verdade que está em você, mas aqueles receptivos vão sentir a energia do amor, perdão, paciência e aceitação. Isto acontece quando aqueles que estão prontos são levados a perguntar o que é que você sabe. Estes são aqueles com que você começa a compartilhar, começando com “um pouco de cada vez”.
 
Até falar a palavra “reencarnação” em alguma conversa normal pode ser a semente que cria uma pequena abertura na consciência de uma pessoa pronta para mais, mas que por medo e tradição ainda se mantêm preso a conceitos de religiosidade rígida e ensinamentos que pregam a morte como um portal para condenação eterna ou para uma nuvem em algum céu imaginário, apenas se as “regras” forem obedecidas.
 
Viver uma vida espiritual simplesmente significa passar pelas tarefas diárias a partir de um nível de verdade. Isto é uma vida monástica vivida sem os votos e dedicação a um sistema de crenças. Isto é “estar no mundo sem ser do mundo”. Conventos e monastérios são necessários quando este é o único meio seguro de viver um vida espiritual, mas este não é mais o caso.
 
Pode ser a escolha certa para alguns ainda hoje, mas não para aqueles que entendem que uma pessoa carrega seu estado de consciência onde quer que vá. Deus não está num lugar físico, mas é trazido a este lugar a partir da consciência de algum indivíduo ou indivíduos. É esta a razão de alguns lugares no globo – capelas, igrejas ou santuários – continuarem a manter a energia de paz e amor.
 
A pessoa que se muda para evitar pessoas não-amorosas ou más vai encontrá-las novamente no novo lugar.
 
É difícil permanecer fora do julgamento quando você vê os noticiários, mas saiba que viver o amor incondicional não significa amar os causadores de problemas de um ponto de vista tridimensional, como uma emoção, atração ou aprovação. Você ama com Amor Divino, isto significa olhar a partir da compreensão consciente de sua unidade com a fonte e da realidade de sua verdadeira Natureza Divina, ainda que todas as aparências tentem mostrar o contrário.
 
O amor incondicional não significa estar alinhado com as ideias que não ressoam com um estado atual de consciência, nem se tonar capacho de alguém, muito menos dá a você “carta branca” para subir em um pedestal imaginário em sua casa ou escritório e sair proclamando que você detém as únicas crenças corretas.
 
Há muitos caminhos para subir a montanha e todos são válidos. Há alguns que precisarão de uma estrutura organizada de religião para ajudá-los a focar a se engajar seriamente na jornada espiritual.
 
Outros se graduaram sem qualquer necessidade de outros dizerem a eles no que acreditar ou sobre “o quê poderia bloquear sua evolução”. A evolução é um processo constante e as crenças que você tem agora podem logo se tornar obsoletas conforme você “se gradua” em níveis novos e mais elevados de compreensão.
 
Algumas pessoas e circunstâncias em sua vida parecem ter poder sobre você o levando a acreditar que você está encurralado e não pode se mover além ou mudar alguma coisa. Compreender que tudo que você dá poder, seja uma pessoa, lugar ou coisa continuará a ter poder até que você, e apenas você, o retire..
 
Uma vez que o poder é dado, ele irá agir como um poder mantendo e sustentando quaisquer questões envolvidas, simplesmente por que isto continua a ser alimentado e mantido vivo por uma crença ou medo.
 
Saiba, aceite, integre e atinja a consciência que os mestres e todos os reais professores atingiram – que Deus em si é poder. Devido a serem criadores, vocês dão às coisas qualquer poder que elas pareçam ter. Nada além da plenitude da Consciência Divina tem ou pode ter poder, pois na realidade absolutamente nada existe. Todas as aparências de dualidade e separação, tanto boas quanto ruins, são reflexões de ideias materiais – interpretações de mentes condicionadas de alguma Ideia Divina.
 
Faça o que precisa ser feito a cada dia. Pague suas contas, leve as crianças para a escola, vá ao trabalho e qualquer coisa que seja necessária, mas faça essas coisas sem dar poder demais à cena externa.
 
Isto não significa que você não intervém se necessário ou guiado no sentido humano, mas que você faz isso com a percepção de que o único poder real está presente dentro de você e é a realidade de quem e o que você é.
 
Esta é a jornada – andando e caindo, andando e caindo até que em algum momento a trama que causa a queda não existe mais. Na realidade, não há tempo, mas no despertar da energia tridimensional parece ter uma jornada exigindo tempo – tempo para reeducar o pensamento e aprender a ver além das aparências externas.
 
Nunca finja um estado de consciência que você ainda não atingiu, simplesmente pratique a verdade da melhor forma que você consegue, traduzindo os eventos de cada dia na realidade por trás deles. Compreensões maiores e mais profundas virão quando você estiver pronto para elas, pois a prática do que você sabe começou a fluir.
 
Examine cada questão desagradável em sua vida e encontre para o que você ainda está dando poder. Não importa o quão aparentemente insignificante uma coisa pareça ser, é importante reconhece-la pois mesmo “o menor pedaço” de consciência vai sempre encontrar uma forma de se expressar.
 
Isto é espiritualidade avançada. Este é o misticismo e você está pronto. Um místico é aquele que percebeu a sua unidade com a Fonte. Os grupos religiosos mais organizados não ensinam a verdade da Unidade, primeiramente, porque eles não a conhecem e, também, porque eles ensinariam sobre a existência descentralizada de si mesmos e as pessoas saberiam que não precisariam deles.
 
Você está pronto para sair de baixo do guarda-chuva de dominação em todas as áreas da sua vida. Você está pronto para ver além da ignorância de uma consciência tridimensional não-iluminada que traz questões físicas, mentais, emocionais e espirituais como questões de poder sobre você.
 
Examine seu sistema de crenças honestamente e complemente. Encontre os conceitos e crenças escondidos nas esquinas de sua consciência e ilumine-os na Luz de sua verdade.
 
É a hora queridos!
 
E vocês estão prontos.
 
Nós somos o Grupo Arcturiano.
 
Através de Marilyn Rafaelle
 
 
Tradução: Sementes das Estrelas / Mari Doglas
 
Revisão de texto: Valéria Albuquerque

Este post foi lido 1966 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>