change-your-life

Perseverança ou teimosia

Existe uma divisão muito ténue entre estes dois conceitos.
 
Ambos significam persistir nalguma ação, comportamento ou atitude quando não se atinge o que se pretende. O que difere uma da outra é a utilidade do objetivo, ou se preferirem… a perseverança existe quando insistimos em algo que queremos obter e está em linha com os desígnios da nossa alma, em contrapartida, a teimosia acontece quando estamos perante algo equivocado ou errado e persistimos nele, sendo as nossas ações completamente inúteis em face do processo evolutivo em que estamos empenhados.
 
O discernimento na diferença entre teimosia e perseverança é de extrema importância, pois sábio é todo aquele que é perseverante e não teimoso. A teimosia é muitas vezes potenciada pelo ego ou até pelo simples fato de não querermos mudar, oferecendo resistência a toda a mudança que nos é proposta, mesmo quando esta se torna óbvia.
 
Em muitos momentos ao longo da vida seremos forçados a encarar a mudança mas o medo do desconhecido impede-nos e preferimos mantermo-nos teimosamente na mesma situação, mesmo que existam diversos sinais que nos evidenciem que algo está errado ou equivocado, tornando-se perfeitamente inútil persistirmos repetidamente nas mesmas situações.
 
O discernimento é por isso a chave para que possamos mudar, mas não é o único requisito. Em muitas circunstâncias teremos de fazer apelo à nossa vontade e até à força de vontade para mudar. Um exemplo disto são todos os vícios que mesmo quando reconhecidos, não deixam de ser momento de teimosia perante o facto de sabermos que estamos equivocados ou contra nós cometemos erros. Sair da zona de conforto é difícil, mas não sair é ser teimoso.
 
O segredo está em mudarmos a nossa consciência e percebermos que a vida é composta de mudança. Se observarmos a natureza vemos que esta está sempre em mudança e por vezes comete erros para que possa evoluir. Darwin explicou exatamente isso quando desenvolveu e evidenciou toda a teoria da evolução das espécies.
 
Assim, mudarmos de acordo com as Leis da Natureza e do Universo, é viver o mistério da Vida. Se estivermos atentos aos sinais que nos vão sendo dados por esta, seja através das manifestações do nosso corpo, seja pelas diversas sincronicidades dos acontecimentos externos, poderemos mudar conscientes do que é realmente importante para a evolução da nossa alma.
 
Por vezes há que ser perseverante quando o caminho se torna difícil e complexo, mas estando atentos a estes sinais e obedecendo às Leis da Natureza e do Universo saberemos que mais tarde ou mais cedo iremos atingir os nossos objetivos, mesmo que tenhamos de mudar de rumo. O auto-conhecimento ajuda-nos a tomarmos as melhores escolhas e decisões.
 
Sejam por isso perseverante e não teimosos. Escolham os vossos objetivos de vida em função do vosso propósito maior e mudem sempre que sentirem necessidade e vos for oportuno.
 
Mudar é viver. Amar deve ser o motor de todos os processos de mudança.
 
Fiquem bem
 
A Mónada
 

Este post foi lido 927 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>