post-7-f

Qual é mesmo o significado do Natal?

Reserve alguns minutos na agenda de fim-de-ano, tempo suficiente para uma simples pergunta. E entre a correria das compras, planejamento de cardápios, escolha de presentes, preparativos de viagens, visitas, cartões, amigos secretos, encaixe um tempo para se perguntar:
 
Qual é mesmo o significado do Natal?
 
Para Paramahansa Yogananda, os dias próximos ao Natal são extremamente propícios para quem quer se dedicar por alguns momentos a buscar uma aproximação consigo próprio e com as vibrações universais de paz:
 
“Na época do Natal, há fortes vibrações da Consciência Crística no ar, disse o Mestre. Aqueles que estiverem sintonizados, por meio de sua devoção e da meditação científica praticada profundamente, receberão as vibrações divinas.
 
É da máxima importância espiritual para todo homem, qualquer que seja sua religião, que ele experimente em seu interior, esse nascimento do Cristo universal.
 
O cosmos é o corpo do Cristo. Presente n’Ele, em toda parte, está a Consciência Crística. Quando puder fechar os olhos e, pela meditação, expandir sua percepção até que sinta o universo inteiro como seu próprio corpo, Cristo terá nascido dentro de você. Todas as nuvens da ignorância serão dispersadas, quando você contemplar, por trás da escuridão dos olhos fechados, a divina luz cósmica.
 
Cristo deve ser adorado em verdade: primeiro em espírito, por meio da meditação, e, em seguida, na forma, percebendo sua presença até mesmo no mundo material.
 
Você deve meditar no verdadeiro significado da vinda de Cristo e sentir a consciência dele atraída ao seu interior pelo ímã da devoção. Esse é o verdadeiro propósito do Natal.”
 
Não deixe escapar por entre os dedos da falta de tempo esta bela oportunidade de se beneficiar das vibrações sutis que envolvem o planeta nesta época.
 
Comece desde já, não deixe para o próximo Natal.
 
Não espere mais um ano para receber a Paz e a Luz em sua vida.
 
José Batista de Carvalho
 

Este post foi lido 2181 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>