post-3-c

Um Planeta em transição

Nosso Planeta está em transição. Estamos no meio de um processo que está mudando toda a vida na Terra. Claro que sabemos disto, nós falamos e esperamos por isto, mas agora estamos vivendo a Realidade. Não é fácil, mas há soluções e maneiras de lidar com as mudanças para facilitar uma transição pessoal graciosa e fácil.
 
Nas últimas semanas eu realmente percebi estas mudanças. Primeiro… o tempo e os padrões meteorológicos incomuns. Não há dúvida de que os estranhos padrões climáticos estão ocorrendo em todos os lugares na Terra. Todos nós temos consciência das dificuldades econômicas na Terra como “austeridade” e as fraudes bancárias que tiram mais e mais dinheiro das pessoas que trabalham e o dão aos ricos que estão se tornando obscenamente mais ricos a cada dia. Nossa Terra parece estar trancada em um sistema Econômico que suga os recursos e a riqueza, deixando sem nada a maioria.
 
Em nossa vida emocional e espiritual, podemos nos ter tornado insensíveis e a dissonância cognitiva está se instalando. Foi-nos dito que tudo é maravilhoso, mas, claramente, não é, e, neste momento, há duas guerras acontecendo, onde populações civis estão sendo bombardeadas e separadas por militares, mas nada está sendo dito na mídia. Estamos focados em nossa própria e pequena esfera, em nós mesmos e em nossa felicidade pessoal. Esquecemo-nos de que somos parte de uma comunidade. No passado, uma comunidade era uma pequena entidade, era “local” e vocês conheciam as pessoas em sua comunidade. Agora a comunidade é Global, e podemos nos sentir exaustos e alienados, tentando nos encaixar em algum sentido de comunidade que inclua o nosso próprio bem estar e o dos outros. Mas na Quinta Dimensão estamos todos interligados e assim, qualquer definição de comunidade inclui todos nós juntos.
 
Enfrentamos diariamente problemas no que diz respeito à alimentação, à saúde e ao espaço de vida, com o aumento da população e os recursos que são usados em um ritmo cada vez mais rápido. Parece que estamos presos em uma “corrida” de consumismo, trabalhando e ganhando, a fim de consumirmos ainda mais e mais, apenas para permanecermos vivos. É fácil nos tornarmos desanimados ou apenas ignorarmos aquilo com que não podemos lidar.
 
Mas, não estamos sozinhos nesta transformação. Temos os ajudantes Angélicos e o Espírito que nos guiaram a este ponto, e que estão dispostos a nos ajudar, enquanto damos os primeiros passos na Criação Consciente de algo novo. Mas será a nossa Criação e estará baseada nas escolhas que fazemos.
 
Na realidade, se observarmos o nosso Planeta agora, ficamos presos em uma Economia Monetária que vê a Natureza e o Planeta como recursos a serem consumidos e usados na criação da “riqueza”. Esta riqueza é medida em termos monetários, em relação a quanto pode ser realizado por um indivíduo, como recursos pessoais e de consumo. Nesta visão da nossa Terra, estamos simplesmente existindo em um mundo morto, consumindo até que tudo seja consumido e, então, esperamos ir para algum lugar e continuarmos com este consumismo sem fim.
 
A Terra nunca foi projetada para funcionar desta maneira. No projeto original, a Terra era uma entidade Sagrada e auto-sustentável. O Planeta foi projetado para apoiar a vida em um ciclo interminável de vida, morte e renovação. No projeto original, os seres humanos eram simplesmente uma parte do ecossistema Planetário, e eles foram projetados para encontrar o seu sentimento de alegria e de bem-estar, apoiando e sendo apoiados pela Natureza.
 
Eu acho que em nossa cultura, nós chamamos a isto de “Jardim do Éden”, ou “Paraíso”, onde tudo funciona em equilíbrio e harmonia. Mas, então, deixamos o jardim em favor da ganância e do poder, do consumismo e da riqueza. E agora temos o caos, enquanto a Terra responde a esta pressão. O Planeta se moveu para a Quinta Dimensão, onde a interligação de todas as coisas é o aspecto fundamental da vida. Sabemos que não podemos viver sem levarmos em conta a vida de todos os seres em nosso Planeta, pois se o Planeta morrer, também nós iremos.
 
Na Quinta Dimensão, temos que elevar a nossa consciência e a percepção, e começarmos a compreender o que significa vivermos em uma Comunidade Planetária e estarmos conectados. É compreender que toda a vida é uma parte de nós e que o que acontece no Planeta,também nos acontece.Não há como escapar… somente a capacidade de interagirmos com a Natureza e Criarmos e Tecermos algo novo neste Espaço de Transição.
 
Uma vida que é Sagrada
 
Em um mundo onde a vida humana e a natureza se tornaram de pouco valor, parece estranho sugerir que o que é necessário, é um retorno à aceitação da Vida como Sagrada e parte do Rio Sagrado de Toda a Vida.
 
Os Antigos sabiam e compreendiam que a Vida era um presente e que era mágica. Eles compreendiam que o Planeta era um ser vivo e que todos os seres na Terra estavam unidos em um destino comum, moldado pela própria Natureza. Eles se conectavam com os Elementais e com os espíritos e eles tentavam ter uma vida em equilíbrio com a natureza. Eles criaram comunidades e celebravam os Ritos de Passagem e as Cerimônias Sagradas da Vida.
 
Suas vidas eram ricas, ainda que eles não fossem “ricos” em termos materiais.
 
A fim de retornar esta “riqueza” para as nossas vidas, precisamos nos desvencilhar da necessidade de buscar a riqueza e o consumismo e retornarmos para o modo de vida que honre o Sagrado em toda a Vida.
 
Isto não é fácil de conseguir. Muito recentemente, eu me inscrevi em um curso com um famoso Professor Americano que estava oferecendo um curso sobre um futuro Sustentável para a Terra. Este curso foi apresentado na estrutura do modelo da Economia do Consumismo, e sugeriu que a única maneira de assegurar um futuro “sustentável” era alcançar “mais”: mais crescimento econômico, mais pessoas, mais corporações, banco e poder financeiro. Pareceu-me insano que a assim chamada resposta ao problema era mais o problema, mas estas pessoas estão “dentro” de sua própria caixa. Quando perguntado sobre a poluição e a destruição do habitat, o eminente professor nos garantiu que era possível ”separar” estes efeitos do crescimento futuro, tendo indústrias mais limpas. É claro, as pessoas assim não parecem se importar com a destruição da Terra, pois elas acreditam que elas simplesmente irão entrar em suas naves espaciais e escaparem furtivamente para outro planeta para continuarem a consumir.
 
Eu não sei sobre vocês, mas eu gosto desta Terra e gostaria de ver o nosso pequeno planeta azul se tornando a Estrela da Luz que ela pretende, juntamente com todos que nela vivem.
 
Por esta razão, eu viajei recentemente para Lake Baikal, na Sibéria, para trabalhar com um grupo da Família de Luz, para nos reconectarmos com o propósito original para a Terra e com o poder da tradição Xamânica. Lake Baikal é o maior corpo aquático na Terra. É um ambiente limpo e puro, onde os Elementais estão ainda capacitados e ativos, de acordo com o projeto original. É também um dos pontos sementes para a tradição Xamânica.
 
O Xamanismo é uma visão do Mundo que percebe o Sagrado e o Espírito em todas as coisas. Podemos aprender com o passado, enquanto avançamos para o futuro. Precisamos aprender com o nosso passado, como percebermos o Sagrado, ouvirmos a Natureza, e trabalharmos com a Natureza para criarmos uma vida rica e equilibrada como uma Comunidade Planetária. Nos próximos meses, estarei escrevendo mais sobre como podemos fazer estas conexões em nossas vidas cotidianas e como podemos ajudar o planeta em sua transição, de volta ao projeto original e, então, evoluirmos como uma Comunidade Planetária.
 
Uma Vida que é Rica
 
Quando começamos a compreender que toda a vida é Sagrada, começamos a ver a vida de uma maneira diferente. Começamos a ver as cores e os padrões da vida. Isto é porque não estamos tendo toda a nossa atenção tomada pela necessidade incessante de ganharmos e consumirmos. Temos tempo para percebermos a grande sinfonia da vida e o nosso espaço nela.
 
Podemos começar a nos conectarmos com o Círculo Sagrado da Vida. Somos Xamãs Galácticos nos Campos dos Sonhos, e estamos aqui para criarmos os nossos Sonhos. Estamos também aqui para compartilharmos do sonho comum da Vida e da Criação, e apreciarmos a Grande Criação do Planeta e de todos os seus seres. Quando abordamos a vida e o planeta a partir de uma perspectiva de admiração e de gratidão, começamos a ver coisas que não veríamos de outra forma.
 
E começamos a apreciar o nosso espaço na Terra e a nossa parte nesta Grande Transição.
 
Podemos também começar a sentir que precisamos “viver o nosso discurso” e começarmos a ver como podemos mudar as nossas vidas para nos alinharmos com as novas energias que chegam. Estas novas energias nos levarão de volta ao projeto original e então, para um Planeta com Harmonia e Equilíbrio. Mas devemos dar estes passos para a harmonia e o equilíbrio, e observarmos as maneiras com que as nossas vidas estão ainda conectadas ao contínuo sistema do consumismo. Neste momento de mudança, é inevitável que vivamos com um pé em cada mundo, por assim dizer, mas deveríamos estar trabalhando para garantir que nos movamos mais e mais para um mundo de harmonia e de equilíbrio, e que façamos estas escolhas.
 
Isto cabe a nós. É para isto que estamos aqui. Precisamos fazer as escolhas de vida que nos alinhe com uma Terra do Futuro que seja rica e harmoniosa e que apoie toda a Vida.
 
Pensamento do Dia: Hoje eu farei escolhas que apoiam a Vida na Terra… Hoje estarei consciente da Riqueza da Vida… Hoje estarei consciente de que toda a vida é Sagrada!
 
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Este post foi lido 1818 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>