digestion_0

A paz e a felicidade estão no seu verdadeiro Eu

A caminhada da humanidade através da ilusão tem sido longa e árdua. Passaram muitas vidas tentando encontrar o seu caminho de casa. Como sabem por experiência pessoal, passaram por muito sofrimento na busca por amor, sendo traídos ou abandonados por aqueles com quem relacionaram com amor.

Muitas vezes, parece que a vida não é para ser feliz ou agradável, parecendo mais provável ser um caminho que envolve muita dor e sofrimento, com aqueles que levam as chamadas “boas vidas” estarem tão propensos a sofrer como qualquer outra pessoa, parecendo haver pouco interesse num bom comportamento, uma vez que parece não fazer absolutamente nenhuma diferença, na medida em que as recompensas disponíveis na ilusão, muitas vezes parecem ser concedidas àqueles menos dignos de recebê-las.

A ilusão é um ambiente insano. Foi construída coletivamente para que pudessem se separar da Fonte divina e, para acessar a esse estado irreal, o Amor, sua verdadeira natureza, teve de ser excluído. Mas é claro que todos desesperadamente desejam amar e ser amado e, assim buscam o amor um do outro… Indefinidamente.

É verdadeiramente um lugar muito confuso, no qual nunca podem encontrar o que estão incessantemente procurando – Amor – porque ele foi excluído. O que se passa por Amor, muitas vezes é um comportamento conduzido pelo sentimento de culpa, medo ou baixa autoestima.

Saibam que foram criados perfeitos e que nada pode mudar isso e que suas habilidades aparentes e competências, ou falta delas, experiências como as que vivem na ilusão, são apenas limitações ilusórias. São apenas ferramentas que pode usar para demonstrar a si mesmos que a ilusão é ilusória, irreal.

Como tantas vezes já foi dito, Deus é Amor e você contém dentro de si tudo o que existe, toda a sua criação divina. Esse conceito não faz sentido quando se está confinado na ilusão e, portanto, severamente limitado pelas restrições que coloca em sua inteligência e sua capacidade de compreender quem é Deus, numa forma significativa.

A ideia de construir a ilusão foi construir algo extremamente limitado, porque essa era a única maneira de aparente separação de Deus, de sua Fonte divina. A separação de Deus é impossível, todavia, um lugar imaginário ou irreal de separação fosse possível e é isso que construíram.

Realmente é um lugar ou situação terrível e apavorante. Felizmente, irão despertar dele! O Amor de Deus está totalmente além de suas capacidades de imaginar ou conceberem, consequentemente quando escolheram “sair de casa”, Ele imediatamente forneceu os meios para seus retornos, para despertarem.

Tudo que precisam fazer é parar de tentarem encontrar seus próprios caminhos, porque não existe nenhum. A única maneira de voltar para Casa é o caminho de Deus, que descobrirão ao liberarem seus poderes do medo, raiva, ressentimento, julgamento e abraçando o perdão.

O perdão é o antídoto da ilusão, o solvente no qual é dissolvido e está disponível, desde quando entraram na ilusão. No Céu, no Amor, em Deus, não há necessidade de perdão, uma vez que não há nada a perdoar, não existe nada que não esteja em perfeita harmonia e alinhamento com o Amor, seu estado natural, o estado do qual, na verdade, nunca saíram, porque não existe outro lugar.

O fato de suas existências é prova de que são Um com Deus e, portanto, entre si. Mas o estado de separação que parecem habitar insiste que este não seja o caso, insiste que o oposto é que é verdadeiro, que estão separados, sozinhos e insignificantes. E assim, gastaram eras, confusos, procurando por algo que não pode ser encontrado fora de si mesmos.

Deus está convosco, assim como vocês estão com Deus. No entanto, o pesadelo que conceberam e construíram, devido às limitações que construíram como uma parte essencial dele, efetivamente colocou um véu, uma cortina, ou um escudo entre vocês, entre vocês e Deus, entre vocês e a Realidade. Feita de suas escolhas em ver a separação como real ou perigosa e constantemente ameaçando suas vida num ambiente como esse, não havendo espaço para a confiança, honestidade, integridade ou para o Amor.

Quanto mais profundamente tentarem se envolver com a ilusão, mais real parecerá e mais sofrimento e traição irão experimentar. Envolver-se-ão com ela, por julgá-la e, também, tentar melhorá-la, alterá-la ou tirar proveito dela e buscarem poderes sobre outros, parecendo oferecer enormes possibilidades para aqueles que optam por serem suficientemente selvagens e desenfreados para tentarem controlar e governá-los como bem entenderem, pelo medo e força das armas. Enquanto isso, aqueles que rezam pela paz mundial, estão sendo constantemente lembrados do intenso e injustificável sofrimento que muitos estão passando por todo o mundo.

No entanto, ninguém está no “lugar errado!” Todos na Terra são filhos amados de Deus, já receberam tudo de Deus, incluindo o livre-arbítrio e a liberdade de escolher qual o caminho a seguir, quando encarnaram como seres humanos na ilusão. Ninguém é “prejudicado”, não significando que o sofrimento que alguém sinta durante uma vida terrena seja de alguma forma justificado ou um castigo merecido pelo o mau comportamento numa encarnação anterior.

Todos os humanos encarnados na Terra, fizeram uma escolha guiada espiritualmente para embarcar numa série de experiências de aprendizagem mais adequadas às suas necessidades individuais. Ninguém na Terra pode saber por que outro está seguindo um caminho particular.

Qualquer um pode fazer, sendo que o curso mais adequado do plano de ação a seguir é oferecer Amor, honestidade e compaixão para com todos com quem interagir e, se sente que foi magoado ou ofendido, oferecer seu perdão.

Lembrem-se de que há um propósito espiritual em todas as reuniões, em cada interação e em todas as relações. Se o seu significado torna-se evidente, não será de grande importância. A parte mais importante de ser humano é a prática de ser amoroso, compassivo e misericordioso em todas as situações em que se encontrar, de modo que aprendam suas lições e esqueçam todos os aspectos de si mesmos que sejam de desamor; aspectos que, de fato, são anexos inúteis, ajudando-os a mantê-los reféns da ilusão.

O Amor, quando praticado de forma honesta e com integridade, ao contrário de condicional ou manipulado, traz paz, cura e alegria. Qualquer outra forma de amar não é digna desse nome e sempre resulta em dor. Se tiverem a intenção de praticar um comportamento amoroso, em todos os seus pensamentos, palavras e ações e, ao se manterem reafirmando essa intenção, então suas vidas fluirão mais facilmente, encorajando-os a mantê-los reafirmando essa intenção.

Já devem ter notado que aqueles que se comportam amorosamente são geralmente muito mais felizes que aqueles que estão sempre encontrando defeitos, neles mesmos, nos outros, ou com o mundo em geral. E isso é porque a verdadeira natureza do ser humano é Amor. A paz e a felicidade são encontradas ao vencerem seus egos, amando, perdoando, não julgando, vivendo sem ressentimento e ódio e, claro, serem fieis a si mesmos. Este também é o caminho para o Despertar.

Nunca se esqueçam de que não há nada que possam fazer para Deus retirar o Seu Amor, ou de alguma maneira alterar seus sentimentos para com vocês. O Amor os envolve a todo o momento de suas existência eternas. Sem ele, o que é impossível, suas existências cessariam, porque é a fonte de suas vidas. São Um com Deus, com o conhecimento a se tornar mais brilhantemente manifesto, preenchendo-os com alegria imensurável.

Com muito amor,

Saul.

Por John Smallman
23.05.2015

Fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/
Tradução: Candido Pedro Jorge

Este post foi lido 1454 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>