Aceitação-de-si

Aceitar a realidade que se manifesta

Existe uma batalha que acontece dentro de mim.
Essa batalha é travada todos os dias. Várias vezes ao dia.
É a disputa entre o que acontece e o que eu gostaria que acontecesse.
A minha mente é muito ativa. Assim como a sua. E ela pensa muita coisa.
Ela cria cenários. Cria expectativas, enxerga o futuro e faz eu me preparar para ele.
Mas a verdade é que na grande maioria das vezes, o que se manifesta na minha frente, não é o que eu tinha imaginado.
A realidade que se apresenta não é igual a realidade que eu imaginei.
E esse descasamento entre essas duas realidades é o que me causa sofrimento.
É o que acontece quando eu não aceito o que se manifesta na minha frente.
É o que sinto qundo fico preso no trânsito, quando alguém atrasa, quando alguém reage de forma diferente da que eu esperava, quando recebo uma crítica, quando o sol vai embora e fica frio, quando as coisas demoram para acontecer, ou quando simplesmente não acontecem.
E o que eu entendo é que minha mente acha que sabe o que é o melhor para mim. Só que a mente racional é muito limitada para compreender a vida e compreender o todo. E isso faz com que seja difícil de aceitar que aquilo que está se manifestando na sua frente é o melhor para você.
Então eu passei a observar mais. Observar mais e classificar menos como certo ou errado, bom ou ruim. Observar e aceitar que aquilo que está se manifestando na minha frente é exatamente o que eu preciso viver.
E o que eu faço com essa realidade que se manifesta é o que determina o que pode acontecer depois. O futuro é cocriado no agora. A forma como eu lido com o que se apresenta para mim, vai me fazer entrar numa espiral de sentimentos negativos, preocupação, medo e raiva. Ou numa espiral ascendente de aceitação até conseguir sentir gratidão.
E quando percebo isso, vejo quanta pretensão eu tinha de querer que as coisas fossem do meu jeito, no meu timing e que as pessoas se comportassem do jeito que eu gostaria.
A vida é muito grande. As pessoas são universos complexos. E existe uma inteligência por trás de tudo que faz todos os encontros acontecerem de forma incrivelmente perfeita. A matemática da vida é perfeita e na geometria da vida todas as peças estão se encaixando perfeitamente. Existe um desdobramento perfeito e só precisamos saber aceitar…
O fluxo da vida já está acontecendo. Nós só precisamos parar de interromper.
Observe como você tem reagido ao que se manifesta. Aceite o que se manifesta e veja a forma como sua vida vai fluir.
 
Gustavo Tanaka

 

gustavo-tanakaGustavo Tanaka
Autor do livro 11 Dias de Despertar, empreende em startups que buscam criar uma nova economia e colaborador do Movimento PENSO POSITIVO.
Email: gutanaka@gmail.com

Este post foi lido 4013 vezes!

1 responder

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>