egoizm-485x344

É meu!

Quantas vezes você pronuncia ou pensa isto por dia?
 
Pense um pouco, para quantas coisas ou pessoas você pode dizer esta frase?
 
Esta é uma das maiores armadilhas de seu mundo!
 
E a maioria de vocês passa a vida lutando para possuir cada vez mais e poder utilizar esta frase cada vez mais vezes. Passam a vida lutando desenfreadamente, uns contra os outros em uma competição insana para possuir cada vez mais, para se acorrentarem cada vez mais, para serem escravizados cada vez mais, no fundo, enterrando suas cabeças em buracos e buscando um sofrimento cada vez mais profundo.
 
Quando você pensa ou diz “é meu !”, está se apegando ao seu objeto, está se tornando seu escravo, na verdade está sendo possuído. Como tudo é passageiro, a única certeza que você tem é que um dia irá perder este objeto. E quando perder, vai sofrer está perda!
 
O que fazer então?
 
Não ter nada?
 
Na verdade você nunca tem nada, você é apenas um passageiro e pode achar que tem alguma coisa, mas nada é realmente seu.
 
Você está aqui para ser feliz, muito feliz, para satisfazer seus desejos e evoluir.
 
Você deve satisfazer seus desejos, mas os desejos de seu coração. Não os desejos de seu ego, de sua mente racional, aqueles desejos fúteis que vão apenas lhe acorrentar ainda mais ao material.
 
Quando você satisfaz um desejo do coração, ele lhe completa, ilumina interiormente e lhe satisfaz verdadeiramente. Quando você satisfaz um desejo de seu ego, tem um prazer efêmero, logo acompanhado de uma frustração que só termina com a satisfação de outro desejo.
 
Então você pode e deve adquirir o que deseja, mas não deve ser possuído por ele, precisa ter a consciência da impermanência, de que tudo é passageiro e que todo apego gera sofrimento.
 
Quando você se sentir desconfortável cada vez que pensar: “é meu”, estará iniciando o processo do desapego. Coloque este aviso em sua mente racional, cada vez que se pegar pensando ou dizendo “é meu”, pare e pense novamente sobre isto.
 
Este é o grande segredo, apenas usufruir sem possuir, sem ser possuído. Viver o agora, saber que não é dono de nada e celebrar este momento, esvaziar-se inteiramente de tudo que pensa possuir, de tudo que pensa ser e apenas Ser.
 
A liberdade é essencial para a felicidade e ser livre é não ser possuído por nada.
 
Desapegue, seja livre, seja Feliz !
 
Através de Prama Shanti

Este post foi lido 1305 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>