Mensagem do Festival de Lua Cheia de Touro – Wesak 2014

É preciso haver amor entre as pessoas, não sobrando mais espaço para as pequenas diferenças, as quais somente existem como parte do que a mente categoriza para si mesma. Alguns pensam que porque tem uma determinada cor da pele são diferentes de outros que não as tem, outros acreditam que suas preferências esportivas lhes transferem o direito de se pensarem mais importantes do que os demais. Desta forma, a vida se movimenta, repleta de desassossegos, e a mente humana nunca se deixa acalmar, envolta que está em turbilhões de ideias sem efeito verdadeiro sobre a consciência que precisa avançar. Não desejamos que tais efeitos perdurem e, portanto, envolvemos aos que já conseguem doar-se para a Luz Superior mais fortemente em nossos mantos eletrônicos, que são campos magnéticos através dos quais se podem transferir conhecimento, amor e muitas outras interações que serão bastante benéficas aos que as receberem.
               Observamos os ritmos da conduta humana na Terra exatamente para que possamos amortecer os impactos do que somente aumenta a precariedade da vida em um planeta que, como a Terra, ainda está evoluindo em termos religiosos e espirituais. Assim o fazemos precisamente para que, partindo do que nos cabe realizar e do que conhecemos e vivenciamos no patamar da consciência que conseguimos alcançar, possamos trabalhar em uníssono com cada uma das almas que desejam se aprimorar. Felizmente, já são muitas as esperanças que irradiam a partir das esferas ainda densificadas terrenas em direção às que são mais sublimadas do que aquelas. Recebemos todos os apelos e demais emissões que nos são enviados com devoção pelo que devemos fazer a partir do momento em que elas nos alcançam. Na verdade elas apontam o momento em que precisamos agir com mais afinco e determinação, para que nossas ações surtam efeito mais evidente, com resultados concretos para as pessoas em geral e também para nós.
               O Wesak é o momento de fortalecimento de todos os Seres desta Hoste Celestial que convergem em torno de um mesmo ideal, que é a inversão da condição que desfavorece à escalada da consciência rumo à Direção Maior. Desde este que é um poderoso vórtice de co-criação, intensificamos nossas intenções e intercambiamos opiniões e aconselhamentos, bem como fórmulas de empreender e planejamentos. Estamos estruturando várias estratégias, as quais se mostram favoráveis para a manutenção dos esforços que direcionamos para a realização do que é preciso conceber para a humanidade desta Era. Em particular, sentimos nitidamente que há uma grande lacuna a se preencher na religiosidade planetária. Muito do que já existe disponível está se perdendo, pois, o distanciamento das origens faz com que haja distração das mentes e divagar dos corações e, sendo assim, é preciso haver o novo.
               O que queremos dizer com isso é que, a fim de enaltecer à alma humana, libertando-a de atrasos e guiando-a em direção aos avanços da consciência, enviamos ao mundo das pessoas da Terra uma proposta de adesão ao que virá a renovar o sentir e o pensar religioso do planeta. Existe descrença e pouco caso, da parte de algumas parcelas da sociedade desta época, para com as opções que se disponibilizaram antes, por causa da ausência do que possa inspirar a alma a se render. Somos conscientes de que já é chegado o momento de renovar, oportunizando mais um conjunto de mecanismos que haverão de impulsionar outros meios que ainda virão, de modo a que haja o inédito que, no entanto, é eternamente emanado da Mente do Senhor para seus filhos e filhas terrenos. Queremos fazer com que haja receptividade por parte dos que serão beneficiados mais diretamente, e eles são todos os moradores de tal esfera.
Aceitem, portanto, os ensinamentos que os levam a repensar suas antigas fórmulas, sabendo que eles abrem caminhos para o que ainda está por vir. Concordem com a opção de se libertarem de precauções e da reatividade, não se permitindo agir como obstáculos ao que precisa ser propagado no momento. Façam-se solos férteis, para que as sementes que estão sendo espalhadas nos seus meios germinem com sucesso. Garanto-lhes que não terão o que temer quando seus olhos se abrirem para as novas verdades que lhes alcançarão as percepções na medida em que se abrirem para elas. Saibam que estamos fortemente engajados no conjunto de ações co-criativas que irá estabelecer outra ordem dos fatos religiosos e o avanço em espiritualidade que, no fundo dos seus corações, sabem que desejam.
               Tal é a mensagem que lhes outorgo neste momento, em que o Wesak atinge seu ápice. Sei que muitos outros seres co-criativos de suas esferas haverão de traçar algumas linhas a partir do que eles conseguem obter ao tentarem sintonizar com minha consciência. Desejo que, independente do canal que esteja lhes ao alcance, meus referenciais possam atingir suas próprias mentes, de modo que de fato travemos neste momento a uma conversação, mesmo que indireta. Espero que o mesmo diálogo lhes sirva como amparo para superar o que sintam ser necessário ultrapassar agora, e, ao mesmo tempo, que haja amor nos seus corações o suficiente para entenderem com clareza às mensagens que pretendemos lhes transferir. O amor está em mim e em cada um dos demais Servidores de Shamballa que se encontram congregados em meu nome e deste evento que me contém e à minha própria manifestação inteligente. Portanto, que esteja também com vocês, para que entre todos nós se faça a unificação de interesses e de opiniões. Que haja amor em seus corações e, enfim, que ele os oriente rumo ao que há de melhor para oferecermos-lhes neste ápice de Festival.
                                            Senhor Gautama (14/05/2014)
Conteúdo obtido por sintonização através de Valéria Moraes Ornellas (Sri Krishna Madhurya), Sacerdotisa da Ordem de Zadkiel, mestre espiritual do Templo da Fé Bhagavata e co-fundadora da Editora Sétimo Raio, Rio de Janeiro – RJ, e originalmente publicado em http://shamballaeagrandefraternidadebranca.blogspot.com.br. Se desejar divulgar este texto, favor citar devidamente a autoria e a fonte original da publicação.

Este post foi lido 1110 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>