Menos-preocupacion

Momentos difíceis – 13 Dicas para quando sua vida estiver complicada

Todos nós passamos por momentos difíceis. No entanto, alguns passam por esses momentos de uma forma mais tranquila do que outros. Qual é o segredo? A maior parte tem a ver com atitude.

1) As coisas são o que são

Buda nos diz que “é a nossa resistência às coisas que causa nosso sofrimento”.

Pense nisso por 1 minuto. Isso significa que o nosso sofrimento só ocorre quando resistimos às coisas como elas são. Se você pode mudar alguma coisa, então aja em conformidade. Mude.

Mas, se você não pode mudar, restam 2 opções:

Aceite e deixe a negatividade de fora, ou torne-se miseravelmente obcecado com o sofrimento.

2) Se você acha que tem um problema, você tem um problema.

Muitas vezes nós somos o nosso pior inimigo. A felicidade depende realmente de nossa perspectiva.
Se você acha que algo é um problema, então seu pensamento e emoção será negativo.
Mas, se você acha que está passando por algo que pode aprender, então, de repente, isso não é mais um problema.

3) A mudança começa em você mesmo.

O seu mundo exterior é um reflexo do seu mundo interior. Você não conhece pessoas que as vidas são caóticas e estressantes? E não é verdade que, em grande parte elas se sentem assim por dentro?
Nós gostamos de pensar que as mudanças em nossa rotina nos mudam.
Mas, dando um passo atrás, precisamos mudar a nós mesmos antes que as circunstâncias nos mudem.

4) Não existe aprendizagem maior do que falhar.

Você deve eliminar a palavra fracasso de seu vocabulário. Todas as grandes pessoas que já alcançaram alguma coisa falharam.
Thomas Edison disse algo como “eu não falhei em inventar a lâmpada, eu encontrei, primeiramente, 99 ideias que não funcionavam”.
Tire as chamadas falhas do caminho e aprenda alguma coisa com elas. Depois disso, aprenda como fazer melhor da próxima vez. Lembre-se de que falhar é uma lição de aprendizado.

5) Se algo não acontece como planejado, significa que o melhor aconteceu.

Isso é bem difícil de acreditar, mas é a mais pura verdade. Normalmente, quando olhamos para trás em nossa vida, somos capazes de ver por que essa era a melhor alternativa.
Talvez o trabalho que você não conseguiu fizesse com que você passasse mais tempo longe da sua família, e o que você conseguiu era mais flexível.
Apenas tenha fé que tudo acontece exatamente do jeito que deveria.

6) Aprecie o presente.

Este momento nunca voltará. E há sempre algo preciso a cada momento. Então, não deixe que passe por você, em branco.
Em breve será apenas uma lembrança. Mesmo que alguns momentos não pareçam felizes, algum dia, talvez, você os encare como algo que perdeu.

7) Deixe o desejo de lado.

A maioria das pessoas vive com a mente anexada a desejos. Isso significa que nossas mentes ficam ligadas a um desejo, que quando não realizados transformam-se em emoções negativas.
Em vez disso, tente praticar uma mente isolada. Isso significa que, quando você quer algo, conseguindo ou não, você ainda será feliz. Faça com que suas emoções permaneçam felizes ou neutras.

8) Compreenda e seja grato por seus medos.

O medo pode ser um grande professor. E vencer o medo, também, pode fazer você se sentir vitorioso.
Por exemplo, muita gente tem medo de falar em público (esse é um dos 3 principais medos dos seres humanos). Então, quando você perder o medo e conseguir falar de maneira bem humorada na frente de todos, vai se sentir vitorioso.
Superar seus medos requer apenas prática. O medo é apenas uma ilusão e, acima de tudo, é opcional.
Lembre-se: são os seus medos que, normalmente, permitem que abusadores permaneçam em sua vida!

9) Experimente a alegria.

Acredite ou não, muitas pessoas não deixam de se divertir com o que acontece ao seu redor. Muitas vezes essas pessoas nem sabem por que, mas se divertem em qualquer situação.
Outras são viciadas em seus problemas e o caos envolvido nisso tudo faz com que elas nem saibam quem são.
Portanto, permita-se ser feliz. Mesmo que seja apenas por um breve momento, é importante se concentrar em alegria, e não em dificuldades. Não tenha medo de experimentar a alegria.

10) Não se compare com os outros.

Mas se você se comparar, compare com aquele que tem menos do que você. Está desempregado? Seja grato por viver em um país que dá seguro desemprego, porque a maioria das pessoas do mundo vive com menos de 750 dólares ao ano.
Você não se parece com a Angelina Jolie? Acredito que existam mais pessoas que não se pareçam do que pessoas que pareçam.

11) Você não é mais uma vítima

Sim, você foi agredido, manipulado e sugado. Ao analisar a situação, poderá escolher sair desse papel, ou poderá se tornar uma eterna vítima dos seus próprios pensamentos, palavras e ações.
Ainda que alguém doentio faça algo contra você, o criador de sua própria experiência ainda é você. Assuma a responsabilidade pessoal e perceba que você pode sair de suas dificuldades.
Nós só precisamos começar a mudar pensamentos e ações. Abandone a sua mentalidade de vítima e torne-se um vitorioso.

12) Tudo muda.

E isso também vai passar. Quando estamos presos em uma situação ruim, pensamos que não há nenhuma maneira de resolver os problemas.
Achamos que nada vai mudar. Mas uma hora tudo muda. Nada é permanente, exceto a morte. Então, saia do hábito de pensar que as coisas serão sempre assim. Elas não serão. Mas você precisa agir para que as coisas mudem. Isso não vai acontecer magicamente, por conta própria.

13) Tudo é possível.

Milagres acontecem todos os dias. E realmente, eles acontecem. Confie e acredite que tudo é possível. Coisas incríveis acontecem o tempo todo.
Você só precisa acreditar nisso e, agir em conformidade. Uma vez que você fizer isso, você já ganhou a batalha.

Esse artigo foi adaptado do original, “13 Things to Remember When Life Gets Rough”.

Este post foi lido 3890 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>