colunas_cansaco_311018_GettyImages_abre

O amor está presente até mesmo em nossos desafios

A vida, meu querido, terá seus desafios. Você irá derramar o seu leite. A geladeira quebrará. Você machucará o dedo do seu pé, ou mais seriamente perderá um emprego ou um ente querido. Elementos do seu sonho aqui na terra mudam e se transformam. A constante por trás e por baixo de todas as coisas, no entanto, é e sempre será o amor.
 
Mesmo nos seus desafios mais profundos, você pode encontrar a frequência do amor. Se você tem dívidas profundas, você pode amar a comida na sua mesa hoje. Você pode amar as pessoas em sua vida. Você pode amar o céu azul e o aroma de suas flores da primavera. Se você sofreu uma perda devastadora de alguém em sua vida, ainda pode encontrar amor em todos aqueles que ainda o cercam, nos braços de Deus em oração e meditação e de seus anjos – e até mesmo de seus entes queridos que já partiram – se você estiver disposto a sentar, respirar e receber. Se você tem dor, você pode ver o amor na disposição de seu próprio coração de perseverar.
 
A razão pela qual o desafio e a perda ferem tanto é que isso é percebido como uma perda de amor. Na verdade, querido, o amor vive! O amor vive em todos os desafios e inconveniências. O amor espera por você do outro lado de cada perda. O amor vive além da morte. O amor vive em todas as partículas e manifestações da vida. O amor vive … dentro de você.
 
Você não pode perder o amor. Você simplesmente se sintoniza com ele ou não.
 
É muito humano quando você enfrenta um desafio ou perda, sentir uma perda de amor. Sua vida tem que mudar. Você terá que trabalhar mais para encontrar a frequência do amor. É fácil sentir a energia do amor quando a vida flui suavemente. É preciso mais trabalho para encontrá-la novamente no meio do caos. É fácil sentir a frequência do amor com um ente querido, e muito mais difícil encontrá-la se ele for embora. No entanto, você pode descobrir o Amor em qualquer lugar, na verdade, em todos os lugares, mesmo quando se sente desafiado, magoado ou abandonado. O amor nunca irá lhe deixar. Isto não é possível.
 
Suponha que seu carro quebre e você tenha que esperar o dia inteiro para consertá-lo. Talvez o amor possa ser encontrado na forma de uma pessoa gentil com quem falar enquanto espera, ou da inspiração que vem ao ler o livro que você esteve adiando. Talvez o amor apareça na forma de ter que recusar outros compromissos que você realmente não queria fazer de qualquer maneira. Talvez o amor apareça porque seu carro quebrou em um lugar seguro e sua vida foi poupada devido ao reparo … Talvez o amor apareça dentro do seu próprio coração quando você percebe que há um propósito para todas as coisas.
 
Suponha que você perdeu um ente querido. Talvez este seja o ponto na evolução eterna da sua alma, onde você irá aprender a fazer contato através do “véu” e, de uma vez por todas, banir a noção da morte como o fim. Talvez seja uma época em que você irá sofrer profundamente e ser inspirado a fazer um grande bem ao mundo como resultado da tragédia humana. Talvez seja a hora de sua alma aprender a amar a si mesmo, em vez de sempre se importar com os outros. Mesmo apesar da tristeza e da dor, o amor está esperando para ser revelado e para curá-lo.
 
Em todas as coisas, querido, existe amor. Mesmo em seus desafios humanos, o amor está esperando para ser revelado. Permita-se seus sentimentos muito humanos, primeiro. Ame-se através deles.
 
Em seguida, faça uma pergunta: “Amor, como você está tentando se revelar mais profundamente em minha vida como resultado desse desafio?”
 
Querido, o amor espera que você descubra sua Presença. É uma frequência de energia que você pode encontrar, não importa o que a vida apresente. Procure o amor em momentos fáceis e, especialmente, em seus tempos difíceis. “Procure e você achará. Bata e a porta será aberta.” Procure o amor e sua vida será uma experiência de amor, não importa o que o mundo exterior apresente.
 
Deus o abençoe! Nós o amamos muito.
 
Os Anjos
Através de Ann Albers
 
 
Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Este post foi lido 725 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>