Projecting The Future

O corpo é uma projeção holográfica da consciência

Nesse artigo, vamos explorar a forma como o seu corpo é uma projeção holográfica de sua consciência, e como você influencia diretamente esse holograma e, portanto, tem controle total sobre a saúde física do seu corpo. Também exploraremos especificamente o mecanismo exato por trás desse princípio e, não se preocupe, fornecerei evidências científicas para que sua mente racional fique à vontade. Mas primeiro… como isso é possível?
 
O pensamento humano determina a realidade
 
Um dos princípios fundamentais da física quântica é que nossos pensamentos determinam a realidade. No início da década de 1900, eles provaram isso sem sombra de dúvida com um experimento chamado experimento de dupla fenda. Eles descobriram que o fator determinante do comportamento da energia (“partículas”) a nível quântico é a consciência do observador.
 
Por exemplo: os elétrons nas mesmas condições, às vezes, agem como partículas, e, em seguida, em outros momentos, iriam mudar e agir como ondas (energia sem forma), por que depende inteiramente do que o observador esperava que fosse acontecer. O que quer que o observador acreditasse que aconteceria era o que o campo quântico faria.
 
O mundo quântico está esperando que nós tomemos uma decisão para que ela saiba como se comportar. É por isso que os físicos quânticos têm muitas dificuldades em lidar, explicar e definir o mundo quântico. Somos verdadeiramente, em todos os sentidos da palavra, mestres da criação por que decidimos o que se manifesta fora do campo da possibilidade e da forma.
 
A questão é que o nível quântico da realidade não é um aspecto local e insignificante da criação. Está ao nosso redor e é o nível mais fundamental de criação, além do próprio campo unificado. O campo de energia humano está interagindo e influenciando o campo quântico em torno de nós em todos os momentos e a energia de nossas crenças e intenções são inseridas no nosso campo de energia, porque elas são definidas pela energia de nossos pensamentos e emoções.
 
Assim, a fusão de nossos pensamentos, emoções, crenças e intenções, que chamarei de campo da energia humana para simplificar, está informando perpetuamente a realidade quântica dentro de nós e à nossa volta em cada momento de nossa existência.
 
E porque a realidade está entrando e saindo da existência (hipoteticamente no tempo de Planck – 1044 vezes por segundo – como explicado pelo biofísico do «The Resonance Project», William Brown), toda vez que nossa realidade oscila entre a forma e o estado de pura energia do campo, nossa consciência, que é constante e não entra e sai da existência, informa o campo o que deve reaparecer quando ele faz sua transição de volta ao nível quântico.
 
Portanto, cada vez que oscilamos para a ausência de forma, temos total controle e responsabilidade quanto ao que escolhemos com a nossa atenção para manifestar fora do campo no momento seguinte, e nosso poder e capacidade de fazê-lo depende inteiramente daquilo em que acreditamos e de como estamos nos sentindo.
 
Um exemplo dramático disso é o caso de Vittorio Michelli. Em 1962, ele foi internado no Hospital Militar de Verona, na Itália, com um grande tumor no quadril esquerdo. Os médicos sabiam que não poderiam ajudá-lo, então seu caso foi considerado sem esperança e ele foi mandado para casa sem tratamento, e após cerca de 10 meses seu quadril esquerdo se desintegrou completamente. Como último recurso, ele viajou para Lourdes, na França, e se banhou na nascente de lá (que é um local sagrado cristão famoso por produzir milagres).
 
Imediatamente começou a se sentir melhor, recuperou o apetite e se banhou na nascente mais algumas vezes antes de partir. Depois de alguns meses em casa, ele sentiu uma sensação tão poderosa de bem-estar que pediu aos médicos que fizessem novamente raio x, e ficaram surpresos ao descobrir que o tumor havia diminuido. Nos meses seguintes, mantiveram-se atentos a ele, e seus raios x mostraram que seu tumor continuava diminuindo até sumir. E uma vez que seu tumor sumiu, seu osso ilíaco começou a se regenerar.
 
Dois meses depois, ele estava andando novamente e, vários anos depois, seu osso do quadril se regenerou completamente. A Comissão Médica do Vaticano, em seu relatório oficial, disse:
 
“Aconteceu uma notável reconstrução do osso e da cavidade ilíaca. As radiografias feitas em 1964, 1965, 1968 e 1969 confirmam categoricamente e sem dúvida alguma que aconteceu uma reconstrução óssea imprevista e até impressionante, de um tipo desconhecido nos anais da medicina mundial. ”(The Holographic Universe, p.107 )
 
Normalmente, isso seria considerado milagroso e, de fato, realmente é. Mas eu acho isso milagroso no sentido do verdadeiro poder da intenção e crença humanas que ele demonstra. Além disso, esta é uma evidência poderosa que sugere que existe uma estrutura energética com a qual nossos ‘corpos materiais’ se alinham, porque essa é uma das únicas explicações lógicas para o motivo do osso do quadril de Vittorio Michelli saber exatamente em que forma crescer de novo, a menos que houvesse alguma espécie de modelo energético que estava instruindo seu crescimento, que, como a Comissão Médica do Vaticano claramente afirmou, era “desconhecido nos anais da medicina mundial”.
 
Na medicina talvez isso fosse desconhecido, mas o mesmo não pode ser dito da física. No nível atômico, os átomos se ligam uns aos outros para formar moléculas que possuem estruturas geométricas específicas, como se houvesse um modelo energético ao qual elas aderissem, o que determina as formas que mantêm juntas.
 
Se nossos corpos são uma projeção de consciência, então nossa consciência criaria um modelo energético com o qual nossos átomos e moléculas se alinhariam para criar nossos corpos. Há provas que sugerem fortemente a existência desse modelo energético (ou campo energético humano) na nova pesquisa sobre o DNA, que prova que ele transmite, recebe e, por consequência, lê energia diretamente do campo.
 
O caso de Michelli é um exemplo perfeito de nossa capacidade humana de reorganizar essa estrutura de vácuo com nossa energia e intenções e, assim, manifestar o que desejamos diretamente fora do campo para resultados realmente miraculosos. O fato dele ter começado a se sentir melhor e começou a acreditar que estava curado é, eu sugiro, a chave para sua cura.
 
Alguns podem querer manter a crença de que Deus curou esse homem e eu concordaria com você. Mas você e eu provavelmente discordaríamos da natureza desse Deus. Pois eu afirmo que você é Deus, como todos nós somos, porque a força que chamamos de Deus é a energia e consciência infinita por trás da criação, e, desse modo, quando nos conectamos a nós mesmos como pura consciência, por exemplo, sem pensamento durante a meditação, então nos abrimos para o infinito de nossa própria consciência, por que somos inseparáveis dessa consciência criativa infinita. Nós somos ela e ela é nós.
 
E quando nos abrimos para essa energia, nos permitimos ser inundados por uma “poderosa sensação de bem-estar” e saber que ela tem o poder surpreendente de criar realidade e afetar diretamente nossa biologia.
 
O corpo enquanto uma projeção da consciência
 
Eu quero que você interiorize realmente a compreensão de que a realidade está entrando e saindo de forma. Isso é absolutamente crucial na compreensão de nossa capacidade de curar, porque se metade do tempo somos sem forma, então (1) Quem somos realmente, porque obviamente nossos corpos e o mundo material são ilusórios até determinado ponto; e (2) Qual é o projeto que está guiando a reorganização de nossos corpos a cada vez que literalmente nos materializamos?
 
A resposta para ambas as perguntas seria a consciência. Nossos corpos são uma projeção holográfica de nossa consciência e são a soma total de nossas crenças sobre nós mesmos. Se pudermos mudar nossas crenças sobre nós mesmos e, portanto, se pudermos mudar a energia que define nosso campo energético humano, poderemos mudar o modelo energético com o qual nosso corpo se alinha, à medida que se materializa de novo na forma 1044 vezes por segundo.
 
(A estrutura e a dinâmica exatas de nossa consciência, que nos tornam uma expressão fractal e holográfica dessa consciência infinita de Deus, podem ser encontradas na teoria do Universo Holofractográfico de Nassim Haramein e em sua obra «Crossing the Event Horizon».)
 
Deepak Chopra contou uma história que ilustra isso perfeitamente em seu livro «Como conhecer Deus». Um amigo feriu o pé enquanto trabalhava em uma academia porque não estava acostumado a usar uma das máquinas e fez uma entorse. A dor no pé aumentou nos dias seguintes, e ele achou cada vez mais difícil andar, de modo que, após “exame médico, se descobriu que ele tinha uma doença comum conhecida como fascite plantar, na qual o tecido de ligação entre o calcanhar e a ponta do pé tinha sido esticada ou rasgada ”. («Como conhecer Deus», p.221)
 
Seu amigo decidiu não fazer a cirurgia e, em vez disso, tonificá-lo, mas com o tempo ele verificou ser tão doloroso e difícil andar que em desespero procurou um Curador Chinês. Esse homem chinês era comum na aparência e não dava “nenhum sinal de ser místico ou espiritual, ou de alguma forma dotado de cura”. O amigo ferido de Deepak Chopra continua:
 
“Depois de gentilmente sentir meu pé, ele se levantou e fez alguns sinais no ar atrás da minha coluna. Ele nunca realmente me tocou, e quando eu perguntei o que ele estava fazendo, ele simplesmente disse que estava ligando alguns interruptores no meu campo de energia. Ele fez isso por um minuto ou mais e depois pediu para eu ficar em pé. Eu fiquei, e não houve qualquer sensação de dor, nem um pouco. É preciso lembrar que eu tinha mancado, mal conseguindo andar.”
 
Ele continua:
 
“Completamente surpreso, perguntei o que ele havia feito. Ele me disse que o corpo era uma imagem projetada pela mente e, em estado de saúde, a mente mantém essa imagem intacta e equilibrada. No entanto, lesão e dor podem nos levar a retirar nossa atenção do local afetado. Nesse caso, a imagem corporal começa a se deteriorar; seus padrões de energia tornam-se debilitados, doentes. Assim, o curador restaura o padrão correto – isso é feito instantaneamente, no local – após o qual a própria mente do paciente assume a responsabilidade de o manter assim.” («Como conhecer Deus», p.222)
 
Essa história me fascinou e me inspirou desde o momento em que a escutei. Como vimos, a realidade está entrando e saindo da existência incontáveis vezes a cada segundo, oscilando entre a forma e a ausência de forma, e a física quântica sabe que nossos pensamentos e crenças influenciam a realidade quântica que é a fonte do mundo material. Portanto, é natural assumir uma fonte energética e sem forma para toda a criação, incluindo a nossa fisicalidade.
 
Eu penso que é muito claro que devemos começar a considerar a nós mesmos mais do que um corpo físico. Na verdade, é muito mais coerente pensar em nós mesmos como um campo de energia luminosa, nos organizando em um corpo, ou como uma consciência pura, se manifestando e experimentando temporariamente esse nível de realidade através de nossos corpos. Novas provas estão ilustrando claramente que nossa mente é não-local e é independente do cérebro, o que significa que não precisa que o cérebro, ou o corpo, exista. [1]
 
Somos muito mais do que aquilo que pensamos que somos e infinitamente mais do que fomos levados a acreditar. O próximo passo que temos que dar, aliás, o próximo passo em nossa evolução humana envolve aprendermos como usar e aprimorar esse poder que temos para influenciar a realidade e literalmente manifestar tudo o que quisermos diretamente fora do campo, desde um novo quadril, talvez melhor capacidade de visão, ou um corpo saudável e em forma, toda uma nova vida.
 
Mas como isso é feito?
 
Curando seu campo, curando seu corpo
 
Para curar, tudo o que precisamos fazer é purificar nossa energia para que a projeção energética de nosso corpo seja desobstruída. Então nossos átomos e moléculas podem se alinhar perfeitamente com essa estrutura, porque não há interferência energética para romper a imagem do nosso corpo como foi projetada pela nossa consciência.
 
Fazemos isso entrando na brecha entre nossos pensamentos, onde nossas crenças não afetam mais nossa realidade, uma vez que, quando não estamos pensando, também estamos livres de crenças e expectativas. E fazendo isso estamos nos alinhando com princípios universais, e combinando nossa energia com as energias que vêm diretamente do campo de todas as possibilidades – aquelas energias de elevada frequência como amor, bondade, inspiração, paixão, alegria, e assim por diante.
 
O primeiro passo é considerar a possibilidade de que não somos apenas energia, mas que há energia infinita ao nosso redor que podemos conscientemente conetar para promover a cura em nosso corpo e mente, para nos tornarmos seres mais felizes, saudáveis, vibrantes e criativos. Assim que você começa a se conetar à energia infinita da criação e à sua própria natureza verdadeira como energia sem forma, você começa a se tornar consciente dessas energias em seu corpo que retornam a projeção do seu corpo ao seu estado natural.
 
A projeção do seu corpo só pode ser interrompida por uma perturbação em seu campo de energia – sua consciência – causada por pensamentos e emoções desequilibradas e crenças limitantes. Nosso campo de energia luminosa é naturalmente vibrante, e nossa energia naturalmente flui livre como um poderoso rio de consciência, mas os níveis mais baixos de consciência, nos quais fomos condicionados a viver como parte de nossa doutrinação social, interrompem esse fluxo, que deixado livre, expressaria sua perfeição em todos os lugares.
 
Outro conceito chave para entender é que seu corpo está sempre se regenerando. Em uma palestra de Deepak Chopra que eu assisti, ele realçou que os átomos não envelhecem. Eles não morrem, e os mesmos átomos que existiam no big bang há cerca de 14 biliões de anos existem até hoje, alguns dos quais estão até mesmo dentro de você.
 
Todos os anos 98% dos átomos do seu corpo são substituídos por “novos” átomos. Você está constantemente morrendo e renascendo, e literalmente se transformando a nível atômico e molecular. A cada três dias você tem um novo revestimento do estômago, todo mês você tem pele nova, a cada três meses você tem um novo esqueleto. E todo ano você tem um corpo inteiramente novo (Deepak Chopra e Wayne Dyer em «Living Beyond Miracles»).
 
Deepak Chopra descreveu isso lindamente dizendo que nossos átomos “são como pássaros migratórios”. Eles não são permanentes, são completamente independentes e estão à deriva através do espaço e do tempo e meramente se organizam em estruturas como os nossos corpos, por nada menos que nosso campo energético que os organiza tal como um campo magnético organiza limalhas metálicas, apenas um pouco mais complexo.
 
Que mais provas precisamos para começar a olhar para os nossos corpos de forma diferente e, em geral, olhar para o mecanismo da própria saúde sob uma nova luz?
 
Nenhuma das matérias-primas que formam o seu corpo físico envelhece, além disso, elas estão constantemente mudando. Por isso eu pergunto isso a você. É realmente você que está mudando? E qual é a força que organiza esses átomos e moléculas de volta para onde eles deveriam estar, e garante que eles continuam a fazer o seu trabalho perfeitamente e harmoniosamente mesmo enquanto suas células e átomos estão migrando aos biliões?
 
Seu corpo não é o seu verdadeiro eu. Seu corpo é apenas uma projeção do que você acredita ser. Se você pudesse descobrir que você é pura consciência, e que você realmente é uma consciência criativa infinita que está manifestando a realidade e cocriando a realidade com outros aspectos de si mesmo (porque todo o ser é uma expressão da consciência universal infinita que rotulamos como Deus), então você poderia começar a ter controle total sobre seu corpo, sua saúde e sua vida.
 
Dor crônica, doença ou os antigos ferimentos que você tem em seu corpo não estão realmente em seu corpo, elas estão em sua mente. Mais especificamente, elas são uma função da sua percepção. Seus átomos estão sempre mudando, e suas moléculas também, mas à medida que novos átomos chegam e novas moléculas se formam, e à medida que você entra e sai da existência, seu campo energético está dizendo a elas para onde ir, o que fazer e como se alinhar umas com as outras.
 
Portanto, você está mantendo doença, dor e ferimentos dentro de sua consciência, e assim, eles estão impressos em seu campo energético, e só então eles se manifestam em sua fisiologia.
 
Se este for o caso, então não só a nossa saúde está completamente sob o nosso controle intencional, mas a proporção em que envelhecemos pode até estar sob o nosso controle também. Agora, não estou sugerindo que podemos ser imortais, porque já o somos enquanto seres infinitos da consciência. O que estou sugerindo é que em um tempo há muito esquecido, e no futuro próximo, os seres humanos tiveram e irão compreender novamente a capacidade de viver a partir deste campo e viver conscientemente a partir de sua natureza como seres luminosos de energia pura.
 
Nesse momento, os seres humanos perceberão que o corpo é uma manifestação de nosso Eu Superior, e podemos não somente manifestar conscientemente qualquer coisa na vida, mas também em nossos corpos. E um dia chegaremos a um ponto em que poderemos regenerar continuamente nossos corpos como desejarmos, porque vivemos do campo da energia infinita e, assim, nossos corpos simplesmente operam em uma frequência mais elevada, para que possamos viver neles até que nosso trabalho esteja concluído e escolhemos seguir em frente.
 
Fantástico? Sim. Mas essas mudanças são perceptíveis dentro do corpo e mente humanos, mesmo apenas depois de um pouco de prática e treinamento, então decida sentir e experimentar por si mesmo e aprender a meditar. Isto é o que a evidência está sugerindo claramente e minha própria experiência também indica ser verdadeira. O único obstáculo para se conetar a essa natureza do universo é sua própria percepção consciente, seu nível de atenção e suas crenças.
 
Nossa capacidade de cura está diretamente relacionada com o nosso nível de atenção e o nosso nível de crença. Por exemplo, podemos nos curar de qualquer aflição, doença ou ferimento que seja possível, desde que tenhamos absoluta certeza, o conhecimento, que seremos curados. Isso é diretamente alcançado acessando o nível mais fundamental da realidade através de meditação profunda. Isso acontece porque, no nível fundamental da realidade tudo é possível, e a reestruturação da realidade é ditada inteiramente por nossas crenças e expectativas. Somos energia pura e há um potencial infinito nessa energia. Depende inteiramente de nós o que escolhemos manifestar fora do campo em nossas vidas e em nossos corpos.
 
Você não tem limites e nada é impossível. São apenas suas crenças que ditam o que você pode e não pode fazer.
 
“Milagres acontecem, não em oposição à natureza, mas em oposição ao que conhecemos da natureza.” – Santo Agostinho
 
Fonte: https://consciouslifenews.com/ – Margarida Estevam e Marco Iorio Júnior – Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Este post foi lido 2540 vezes!

1 responder
  1. Mari Fernandes
    Mari Fernandes says:

    Fiquei encantada com este texto e quero me aprofundar e chegar nesse nível de curar por exemplo de uma artrite reumatoide que atormenta minha paz.

    Responder

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>