Post 7-D

O tempo de Deus

A plantinha começa existindo apenas como uma semente…
 
Cresce… e após um tempo, começa a dar seus frutos.
 
A Terra demora 365 dias para dar um volta ao redor do sol.
 
A gestação de uma criança dura nove meses e depois, um novo ser vem ao mundo.
 
A Terra demorou bilhões de anos até estar pronta a abrigar a vida.
 
O ser humano nasce, cresce, se reproduz e muitos anos depois, morre de velhice, completando, assim, o ciclo de sua vida humana.
 
Há sempre um período, um tempo, uma duração para tudo em nossa vida.
 
Como diz a Bíblia:
 
“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou.”
 
Há uma máxima que diz: A natureza não dá saltos;
 
Tudo ocorre no momento que tem que ocorrer, dentro das condições que foram aos poucos sendo lapidadas pela sabedoria do tempo.
 
Alguém puxaria uma plantinha do solo para ela crescer mais rápido?
 
Alguém quebra um ovo para que o pintinho nasça mais veloz?
 
Ninguém deve apressar o rio, ele simplesmente flui como tem que ser.
 
Ninguém apressa uma criança a se tornar adulta. No tempo certo, ela será…
 
Ninguém pode obrigar o sol a se pôr ao meio dia.
 
Ele volverá ao horizonte no tempo certo…
 
Colocamos um pé após o outro para poder caminhar, caso contrário… caímos no chão.
 
Da mesma forma que a natureza possui um tempo para cada coisa, tudo em nossa vida tem um tempo para acontecer.
 
Querer apressar certas coisas, ou prolonga-las demasiadamente, pode causar algum dano, ou fazer com que nada aconteça.
 
Tenha paciência para colher os frutos maduros do tempo…
 
Cada coisa tem a sua hora; cada pessoa tem seu momento.
 
Deixe sua vida fluir no tempo do infinito; sem pressa, sem ansiedade.
 
Somos luz em estado de formação; somos anjos em treinamento na Terra.
 
O ser humano nasceu, mas ainda não se completou.
 
Tudo se realiza no tempo que precisa.
 
Espere com paciência o tempo de Deus…
 
E não o seu tempo humano.
 
Hugo Lapa

 

Este post foi lido 3412 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>