post-5-e

Pratique a paciência: a ciência da paz

Uma vida se faz com paciência, aguardando cada etapa com carinho, como se fosse uma pequena planta de dentro da qual brotam nossos sonhos.
 
Não devemos nos preocupar, pois as adversidades são os compassos que marcam o ritmo que devemos respeitar. Por vezes, algo ocorre que parece que faz tudo parar; neste intervalo é preciso saber se recolher e firmar os conceitos e as novas visões que surgem. É neste momento que muitos param ou mesmo retrocedem.
 
A ciência da paz está em entender que a escolha de observar melhor o fato paralisante – sem se deixar parar por ele – é a opção do entendimento, a purificação do olhar para ver a luz logo surgir por detrás da escuridão.
 
Muitos combatem a claridade do Amor por temer a suavidade da emoção purificadora da Paz. Afinal, são tantas as lutas travadas e ainda mantidas nas lembranças que, aguardar a fúria passar sem se amedrontar, pode ser uma experiência apavorante. Devemos ter em mente que ficar na paz dos sentidos é que nos fará sair do mundo do medo, o lugar onde a violência persiste.
 
Suave é a mensagem que o Amor inscreve na vida que ressurge.
 
José Batista de Carvalho
 

Este post foi lido 4620 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>