Somos Todos Um

Mensagem de Arthrathon

Canalizado por Maria Clara
29.04.2014

Todos São Um. E cada Um é o Todo.

“Trespassa-te o Amor. O Amor está em ti. Consola-te nele. Ele está em ti.
O Caminho está perto, está a ser percorrido.
Proporcionaste isso; as palavras, transmitiste-as.
Agora, estão a vibrar noutros, com outros.
Obrigado!
Partilhar é bom, é imenso.
Não o faríamos um sem o outro!
Apenas aceita.

Quando caminhamos, escutamo-nos.
Não entristeças por o teu caminho ser também de separações e bifurcações.
Esses outros caminhos vão para reencontros.
Não te deixes abafar por egos de outros.
Faz o que tens de fazer, o que sentes que tem de ser feito, porque assim É.

Os Monges na sua viagem não podem levar muito, porque a nada estão ligados.
O todo que possam transportar, pesa-lhes e condiciona-os.
Os Monges, por vezes, sentem a solidão exterior , porque os outros não entendem essas caminhadas.
Mas nunca estão sós!
Sempre em conexão, no Todo, no Interno.
Não há solidão para o Monge, há sonho.
É uma espécie de fado, em que todas as cordas se alinham, para que a melodia saia perfeita.

Iniciamos a Caminhada desbravando caminhos.
Esses caminhos têm ervas que estão a dificultar o passo a novos caminhantes.
Há que desbravar essas ervas, falar com a sua semente e mostrar que podem crescer no caminho, sem o tapar e dar oportunidade a todos por aí caminhar.

É tempo de Liberdade, de libertação! Devagarinho, ela vai-se instalando.
O teu Coração é livre
O teu caminho é livre.
Que nada te prenda.
Que ninguém te prenda.

Liberta-te dos que te querem prender.
Afasta-te deles, amando-os, porque não conseguem a sua própria libertação.
E ao quererem condicionar, têm ilusão que a tua caminhada é a deles.
Apenas caminha e sorri. Não és comboio de ninguém, apenas de ti própria.

Sabes já, sabeis já, que o ‘tu’ significa ‘vós’.
Todos São Um. E cada Um é o Todo.
Falo a ti, comunico-te.
Mas falo para vós, a vós comunico.

O Amor nos uniu, apenas isso vos importe.
Não te prendas com ninguém, respeita todos por serem parte do Todo.

Neste Centro de Comunicações, em Amor te envolvo.
Aqui ou lá, Somos Todos Um, unidos na Luz Maior, em nome do Sol Maior na Galáxia Central, empossado na União da Grande Fraternidade Branca.
Aqui Somos Irmãos no Todo, em União no Amor Maior.
Não importa já quem comunica a Palavra.

Perdoa.
Caminha de cabeça erguida, porque tu, Tudo És!
Tudo São na imagem do Divino.
São gotas dum Mar Maior.
São Origem na Matriz do Amor, da Luz.
São livres.
São Amados.
Não pensem, apenas sintam.
E realizem vossos sonhos, caminhando ao seu encontro.
Não se desorientem com bifurcações, porque o vosso caminho apenas tem um sentido.

No Amor Maior, na Luz Maior, com Arthrathon.
Nesta Nave de Luz que por vezes tantos de vós visitam e não lembram.
Todos vós Comandantes da vossa Vida.
Dirijam a vossa Vida no sentido Divino, no Amor.

Libertem-se devagarinho do que vos pesa.
O Amor não tem preço.
O vosso trabalho, tem o preço para a vossa sobrevivência.
Aí, nesse peso, tens de pagar, tens de receber, tens de dar.
Tudo está numa balança.
Em vós pulsa o equilíbrio.

O dinheiro é uma troca de experiência.
A do outro pela tua.
Não tenhas medo de pagar.
Não tenhas medo de receber.

Que o dinheiro vos sirva para o equilíbrio e para construir sonhos.
Criem, também, novas formas de produzir o vosso dinheiro.
Não se prendam tanto a formas criadas que vos aprisionam em troca desse dinheiro.
Devagarinho por todo o Planeta se vão Criando novas formas de produzir/ganhar dinheiro.
E o dinheiro não é só o papel/metal, são também as trocas que se fazem.
Uma relação é valiosa, muito mais que uma carteira.

Uma cura pode ser gratuita, não precisa do ‘metal’ envolvido, quando há Amor.
Muitos curam-se aos outros em Amor.
Mas, nesta Era, o dinheiro é preciso.
É forma de construção, é forma de respeito, é ponto de partida.
Cuidem apenas da vossa atenção para quem vos queira comprar.
A vossa Alma não tem preço, o vosso trabalho sim.
Não tenham medo da mudança, mudem quando o sentirem.
E criem com as mãos e com o coração.
O Mundo pulsa então mais forte na Criação.
Criem o Belo.
Criem a Cura.
Criem o inimaginável.
Foquem o Coração e deixem que a Energia do Amor/Cura saia por todos os vossos poros.
São todos as vossas infindáveis células a receber a mensagem de que devem Criar!
Sendo as mãos o vosso actor principal da realização, deixem que elas criem. Coloquem-nas em alguém, coloquem-nas em algo.
Deixem as mãos criar, focadas no Coração.
Assim É!

Se calhar, és privilégio…Ficas com o belo, outros com a enxada…Pensa nisso, aceita isso.
Em Amor te envolvo.”

Arthrathon

voonaluz.blogspot.com




Este post foi lido 1125 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>