problemas

Todo “problema” tem solução e nos é útil

Esse é o aspecto mais importante que todos devem entender sobre os problemas humanos. A verdade é que todo problema sempre tem uma solução, pois não podemos jamais conceber um problema onde não exista uma solução.
 
Seria como imaginar uma porta sem maçaneta. Para que serviria uma porta sem uma maçaneta? Seria uma porta que jamais poderia ser aberta, e isso inviabilizaria sua própria existência e função de porta. Há uma frase que diz “Ninguém faz cadeados sem chave. Do mesmo modo, Deus não te dá problemas sem solução.”
 
Algumas pessoas dizem: Tudo tem solução, só a morte que não tem solução. Mas esse pensamento é um equívoco. De fato, a morte não tem solução, mas ela não tem solução pelo simples fato dela não ser um problema. A morte, que seria o fim derradeiro da existência, é apenas uma passagem para uma nova forma de vida.
 
A morte no corpo físico é um renascimento no plano espiritual, assim como o sol que “morre” no horizonte, mas sempre renasce do outro lado do mundo. Assim como o dia segue a noite, um problema sempre tem uma solução. Para cada lágrima há sempre um conforto, para cada doença há sempre uma cura, para cada perda há sempre um ganho, assim como para cada problema há sempre uma solução, mesmo que não a enxerguemos. A solução pode não ser exatamente o que desejamos ou esperamos, mas ela existe.
 
Assim como tudo em nossa vida tem uma função, todos os problemas sempre nos trazem algo. O problema é como uma caixa com um código. Quando descobrimos seu código e abrimos a caixa, ela sempre nos traz um aprendizado importante para nossa vida. Por exemplo, uma mulher cujos namorados sempre a deixam no início do relacionamento. Ela não entende o motivo desse padrão. Mas refletindo sobre sua vida e seu comportamento, ela descobre que desde o início de seus relacionamentos ela tinha uma forte postura de cobrança em relação aos namorados. Isso os sufocava e eles a deixavam.
 
Esse problema a ajudou a enxergar que os términos vinham dessa cobrança e a cobrança tinha origem numa carência que ela tinha dentro de si. Depois ela pode descobrir que essa carência tinha como causa a indiferença de seus pais em relação a ela mesma. A moça decide então que precisa vencer essa carência para que possa enfrentar esse problema e não mais atuar com cobranças excessivas. Isso significa que o problema que ela enfrentou acabou sendo a chave para lhe revelar algo de negativo que existia dentro de si. Assim, o problema a ajudou a enxergar melhor a si mesma e a se tornar uma pessoa mais evoluída.
 
Há um ditado popular que diz “Quando Deus fecha uma porta, ele abre uma janela”. Os problemas nunca são inúteis, eles sempre têm um propósito para nossa vida. Eles nos ensinam algo, principalmente a sermos pessoas melhores. São também como cargas pesadas que levamos, que nos obrigam ao exercício diário e nos fazem mais fortes.
 
O ato de desvendar um problema contribui em nosso autoconhecimento. Nossa reação diante de uma forte tempestade diz muito sobre quem somos e nos ajuda a nos conhecer. Passamos a conhecer nossos ser mais íntimo dependendo de como nos posicionamos diante da tormenta, pois enquanto uns saem correndo amedrontados, outros se tranquilizam e buscam uma solução.
 
Portanto, os problemas da vida são nossos maiores professores, eles nos ensinam muito sobre a vida e principalmente sobre nós mesmos. Por isso, todo problema tem sempre um significado profundo em nossa vida.
 
Hugo Lapa
 

Este post foi lido 5355 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>