Você Está Na Linha De Chegada – Mensagem De Jesus

Mensagem canalizada em 17 de junho 2014 – Jesus Cristo
Saudações, Queridos! Saudações, Saudações! Sou eu, vosso Senhor Emanuel, estou aqui novamente com vocês, meus queridos corações preciosos. Como você está neste lindo dia, Querido? Como esta mensagem lhe encontrará? Pode me dizer, tudo o que você não pode e não se atreve compartilhar com os outros, você pode me dizer. Eu sou seu irmão e não irei julgá-lo querido. Mas posso tirar de você o que está lhe causando um fardo, posso tirar de você um pouco desse peso que está carregando, se me permitir fazê-lo. Querido, você carrega um fardo tão silencioso, um inferno particular, de linhauto-julgamento, culpa e vergonha. Saiba, que isto é desnecessário, se me deixar, eu posso ajudá-lo a liberar aquilo que não é seu, para transformar.
Alguns de vocês têm tanta vergonha que não se atrevem compartilhar com outro ser humano. Queridos, deixe-me ser o ouvido, deixe-me sentar um pouco com você e ouvir sem julgamento suas histórias que lhe envergonham, essas que você está com tanto medo de falar em voz alta, porque você considera tão terrível. Saiba Querido, que não há nada que possa me dizer, que eu já não saiba sobre você. Vejo você o tempo todo, e não há nada que você compartilhe comigo que faça mudar o meu amor por você. Porque Querido, deixe-me lembrá-lo de algo que você já sabe, mas pode ter esquecido, Querido Coração, não há julgamento, exceto o que você coloca sobre si mesmo. É o seu próprio juízo de si mesmo que cria essa energia dentro de você, a energia da culpa e da vergonha, a energia da auto-aversão e indignidade. Você querido, está em desacordo e conflito consigo mesmo e ninguém mais. E isso pode se manifestar em sua vida como conflito com o outro … “se ao menos a pessoa parar de agir como eu, eu seria capaz de manter a calma e amor ‘…..’ se apenas a pessoa deixar de ser um idiota, eu me sentiria Ok”. Conflito fora de si mesmo é uma manifestação de conflito dentro.
Querido, por favor, pare um segundo e respire a realidade. Eu sei que você já ouviu isso antes, que este conceito não é novo, mas respire dentro dele e pergunte a si mesmo: eu estive em conflito com alguém recentemente, ou eu estou em um constante estado de bem aventurança conectado? Querido, faça um inventário honesto de si mesmo e, por favor, agora não é o tempo para caminhar ao longo da estrada e pensar que você sabe de tudo isso. Errar é ser humano, Deus Pai-Mãe não vos condena. Mas você me entende Querido, todos vocês ainda nutrem sentimentos de culpa para com os outros, para o mal do mundo exterior. Vocês ainda encontram “inimigos”, os quais colocam a culpa sobre o estado do mundo, para o ódio entre a espécie humana, pelas guerras, pela fome, o sofrimento, a ganância, aparentemente interminável, e a corrupção.
Respire fundo Querido, fique assim por um momento, e sinta o quanto você ainda está preso neste culpa externa pelo modo como as coisas são.
Respire fundo pelo nariz e expire pela boca, longas e lentas, profundas respirações. Respire na Luz e exale para fora toda culpa, densidade, e toda essa vergonha e, ainda, sinta a minha presença com você, sinta todo o amor que está disponível para você neste momento, apenas permita que todo esse sentimento entre e saia. Saiba que eu estou com você, saiba que você está seguro, saiba que eu estou segurando você, saiba que eu te amo, eu te amo, eu te amo.
Expire fora toda aquela energia, toda aquela emoção que você segurou e deixe fluir para fora de você como um rio, não é errado sentir o lançamento como um estouro da barragem e, se você se sente seguro para fazê-lo, deixe ir um pouco mais, eu posso te segurar, você está cercado por Divino Amor, você é o Amor Divino, todo o resto não é verdade.
Você é o Amor Divino, que é tudo o que você é. Todo o resto que expressa através de você é um tempo de vida, dor e mágoa recolhida, de uma vida na separação aparente, a dívida cármica de tempos passados, ancestrais que não tinha nada a ver com você diretamente. Só o que está vindo do amor é verdadeiramente você e verdadeiramente quem você é. Permita que toda densidade deixe-o agora. Confie que eu possa manter o espaço para você permitir que isso aconteça com facilidade e graça. Eu estou com você, eu estou com você.
Respire e relaxe, sabendo que a aparente separação e tudo isso está chegando ao fim. Toda a dor, sofrimento, todas as dívidas cármicas e condicionamentos são levados para longe de tudo e está prestes a chegar ao fim.
Pulem de alegria queridos filhos de Deus! A densidade é como roupas sujas, trapos velhos que foram envolvidos em torno de seu corpo por muito tempo, joguem-na fora, revelam-se! Corram e saltem, cantem na absoluta liberdade e alegria de reconhecer aquilo que você é. Um magnífico Ser Criador de imensa proporção, um Ser soberano livre multidimensional de tal Luz radiante que cega.
Querido, deixem tudo ir. Acabou, você está na linha de chegada. Você fez isso. Deixe tudo ir agora. Não culpe ninguém por seus defeitos, pelo seu estado emocional, pelo estado do mundo e por nada discordante, mas você mesmo.
Você é mestre agora, você é mestre de seu universo, você controla o que está fora de você. Se for discordante, está vindo de dentro de você e de nenhum outro lugar. Assuma o controle agora meu querido coração precioso, solte a minha mão e fique ao meu lado, tão alto como eu e seja o mestre que você é.
EU SOU Senhor Emanuel e eu estou orgulhoso de você, além das palavras e tudo o que você tem alcançado. Eu só posso pedir que você respire por mim, para que eu possa lhe transferir meus sentimentos, em palavras não tão boas aqui hoje. Eu amo você. Deus te abençoe. EU SOU para sempre em seu serviço.
Canal: Gillian Ruddy
Tradução: Sementes das Estrelas / Regina Kautzmann

Este post foi lido 937 vezes!

0 respostas

Deixe um comentário

Quer contribuir com seus comentários?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>